Gripe Espanhola: os conselhos de 102 anos atrás - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória03/04/2020 | 07h00Atualizada em 03/04/2020 | 07h00

Gripe Espanhola: os conselhos de 102 anos atrás

Confira as recomendações publicadas no semanário "O Brazil" em novembro de 1918

Gripe Espanhola: os conselhos de 102 anos atrás Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul/Reprodução
Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / Reprodução

Assim como o jornal "Cittá di Caxias", destacado na coluna de quarta-feira, o semanário “O Brazil” também recheou suas páginas com notícias referentes à Gripe Espanhola que se alastrava por Caxias e região em finais de 1918. Em novembro daquele ano, enumerava os "Conselhos para evitar o ataque da Influenza" (confira no quadro abaixo).

Nas próximas colunas, seguiremos publicando trechos dos jornais editados em Caxias na época, com as recomendações sanitárias em locais públicos, além de contribuições de leitores. Você possui relatos de família relativos à gripe espanhola em Caxias em 1918 e 1919 ou algum parente que tenha sido vitimado pela epidemia?

Envie as fotos e informações para o e-mail rodrigolopes33@gmail.com.  

Leia mais
Caxias durante a Gripe Espanhola de 1918
Gripe Espanhola de 1918: relatos das famílias Rovea, Peretti e Rosa
Família Bocchese e as lembranças da gripe espanhola em Antônio Prado 

Gripe espanhola no jornal O Brazil em 11 de novembro de 1918.<!-- NICAID(14467492) -->
Foto: Centro de Memória da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul / Reprodução

Dicas de 1918
::
Evitar o uso e, com maior razão, o abuso de bebidas alcoólicas.
:: Lavar a boca e gargarejar com uma solução de sal de cozinha na seguinte proporção: uma colher de sopa para um litro de água fervida.
:: Fazer diariamente uso de uma solução de essência de canela, conforme as seguintes doses: uma colherinha das de café em meio copo de água açucarada, de duas em duas horas, até desaparecer a febre. Depois, tomar uma colherinha em meio copo de água três vezes ao dia.
:: Evitar aglomerações, principalmente à noite.
:: Não fazer visitas.
:: Tomar cuidados higiênicos com o nariz e a garganta: inalações de vaselina mentolada com água iodada, com ácido cítrico e infusões contendo tanino, como folhas de goiabeira e outras.
:: Tomar, como preventivo, internamente, qualquer sal de quinino nas doses de 25 a 50 centigramas por dia e, de preferência, no momento das refeições.
:: Evitar toda a fadiga ou excessos físicos.
:: O doente, aos primeiros sintomas, deve ir para a cama, pois o repouso auxilia a cura e afasta as complicações e contágio. Não deve receber, absolutamente, nenhuma visita.
:: Evitar as causas de resfriamento é de necessidade tanto para os sãos como para os doentes e os convalescentes.
:: Às pessoas idosas devem aplicar-se com mais rigor ainda todos esses cuidados.

Leia também
Malharias da Serra Gaúcha estão com estoques abarrotados e sem vendas
Caxias do Sul já vacinou mais de 36 mil pessoas contra a Influenza
Designer de moda produz máscaras para trabalhadores em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros