Ruas desertas no Centro marcam primeiro dia de isolamento social para combater o coronavírus em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Pandemia 23/03/2020 | 12h01Atualizada em 23/03/2020 | 13h40

Ruas desertas no Centro marcam primeiro dia de isolamento social para combater o coronavírus em Caxias

Nos bairros, movimentação de pedestres e de carros também é tímida

Ruas desertas no Centro marcam primeiro dia de isolamento social para combater o coronavírus em Caxias Porthus Junior/Agencia RBS
Rua Pinheiro Machado estava vazia na manhã desta segunda-feira (23) Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O novo coronavírus e o isolamento social para combater a covid-19 mudaram o cenário de Caxias do Sul. Ao circular pelos bairros e ruas centrais da cidade nada lembra uma segunda-feira normal de março, quando centenas de pessoas deixam suas casas logo cedo para se dirigir ao trabalho. O município pulsante com carros e ônibus transitando, pessoas conversando, entrando e saindo de lojas, mercados com filas para garantir as ofertas do inicio da semana e empresas e indústrias produzindo a todo vapor tem uma nova paisagem.

Tire suas dúvidas: tudo que você quer saber sobre o coronavírus
Ruas vazias, lojas fechadas: o primeiro final de semana de quarentena contra o vírus na Serra

É como um domingo de verão ou um feriado prolongado em que a maioria das pessoas está em suas casas, mas desta vez até mesmo os bairros estão mais silenciosos.  As ruas agora são vazias - com um ou outro morador caminhando sozinho ou com o cachorro. As paradas de ônibus  também vazias ou ocupadas por no máximo duas pessoas e parques desertos  onde o silêncio das vozes humanas permite escutar o cantar dos pássaros.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 23/03/2020Ruas vazias pela manhã(Lucas Amorelli/Agência RBS)<!-- NICAID(14458634) -->
Rua Atílio Andreazza, que leva à Randon, estava praticamente desertaFoto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

O movimento de carros nas perimetrais e rodovias era menor dos quem em bairros como o Cruzeiro e o Kayser. Mesmo nestes pontos, a circulação de pessoas era tímida e o movimento de veículos muito abaixo do normal. O vazio da cidade obedece ao decreto publicado pela prefeitura de Caxias do Sul na última sexta-feira. Com o comércio e as indústrias paradas e apenas serviços essenciais de portas abertas, é mais fácil evitar aglomeração de pessoas. Em bairros da periferia, como o Eusébio Beltrão de Queiróz, a circulação seguia, principalmente, em função dos catadores, que seguem com as atividades.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL,21/03/2020. Estado de Calamidade - Coronavírus - pandemia muda a rotina das cidades. Ruas de Caxias do Sul vazias, na manhã deste sábado. Na foto, vista da rua Sinimbu em frente da Ctedral Diocesana. (Porthus Junior/Agência RBS)<!-- NICAID(14458074) -->
Rua Sinimbu, em frente à Catedral Diocesana de Caxias do Sul, também tinha pouco movimentoFoto: Porthus Junior / Agencia RBS

Nas quadras residenciais do centro de Caxias, parquinhos infantis e as ruas estavam silenciosas, seguindo a recomendação de não sair de casa, de não interagir com os vizinhos e de manter a família segura. Em lugares de intensa circulação como a Estação Principal de Integração (EPI) Floresta e na Imigrante, entre às 8h30min e 9h30min, pouco mais de dez pessoas circulavam em cada uma delas nesta manhã.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 23/03/2020Ruas vazias pela manhã(Lucas Amorelli/Agência RBS)<!-- NICAID(14458640) -->
Avenida Rubem Bento Alves (Perimetral Norte), na manhã desta segunda (23)Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

As ruas Pinheiro Machado, Ernesto Alves, Bento Gonçalves, Sinimbu, Os Dezoito do Forte, Visconde de Pelotas, Garibaldi, Treze de Maio e a Avenida Júlio de Castilhos também se mantinham desertas. A cada quadra era possível ver uma ou duas pessoas caminhando. Na Avenida Bom Pastor e na Rua Luiz Michelon, o movimento de pedestres e carro era mais intenso, até mesmo por serem bairros populosos, e com comércio e farmácias próprias. Mesmo assim, a movimentação de carros e a circulação de pessoas estava bem abaixo do normal. A ideia é que os dias fiquem ainda mais silenciosos.

Leia também
Médicos se colocam à disposição em redes sociais para esclarecer dúvidas sobre o coronavírus à população
Como setores da economia caxiense estão lidando com a quarentena imposta pela covid-19
Com pandemia de coronavírus,  trabalho de casa ganha força

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros