"Nossa curva começou a subir e está tomando velocidade", relata infectologista do Tacchini - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Alerta local31/03/2020 | 21h01Atualizada em 31/03/2020 | 21h23

"Nossa curva começou a subir e está tomando velocidade", relata infectologista do Tacchini

Especialista falou sobre pacientes internados em Bento Gonçalves e anunciou possibilidade de participação da entidade em pesquisa nacional

"Nossa curva começou a subir e está tomando velocidade", relata infectologista do Tacchini Reprodução / Facebook Sistema Tacchini/Facebook Sistema Tacchini
Foto: Reprodução / Facebook Sistema Tacchini / Facebook Sistema Tacchini

Com 26 internações e 75 atendimentos realizados no pronto-socorro, o Hospital Tacchini, de Bento Gonçalves, registrou na última segunda-feira (30), o maior volume de atendimentos dos últimos 15 dias. A informação foi repassada pela médica infectologista Nicole Golin, em uma live transmitida às 17h desta terça-feira (31) pelo Facebook do Tacchini Sistema de Saúde.

— A nossa curva começou a subir e está tomando velocidade, a tendência é que piore ainda mais nos próximos dias, principalmente se voltar tudo a funcionar ao mesmo tempo nessa retomada prevista para o dia 6. A gente não vai ter condições de segurar enquanto sistema de saúde, seja público ou privado, o que está por vir — declarou na live que, até as 21h desta terça-feira (31), já tinha mais de 60 mil visualizações.

Como representante do comitê que trata da pandemia da covid-19 dentro da entidade, a  médica foi categórica ao explicar a importância do isolamento social, trazendo exemplo de situações já enfrentadas em São Paulo — onde estão confirmadas mais de 136 mortes por coronavírus. Em uma reunião com a Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), ela relata que um dos principais temas abordados foi referente às novas determinações da cidade do Sudeste brasileiro, quanto ao regramento para velórios.

— Lá todos os velórios estão proibidos, porque todos que morrem considerados suspeitos podem representar risco e, por isso, os familiares não podem sequer ficar junto. Isso é cenário de guerra, é uma situação delicada e difícil. Estamos falando de um Brasil muito perto da gente. Se isso não servir para nos alertar, então, talvez, tenhamos que passar pelo que está por acontecer. Ainda estamos discutindo o que abre e o que não abre, enquanto deveríamos estar preocupados em combater o vírus todos juntos para não deixar esse nível de catástrofe social ocorrer — destacou.

Pacientes internados 

O município de Bento Gonçalves divulga um total de nove casos confirmados da covid-19, sendo, até esta terça-feira, apenas dois reconhecidos pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) que aguarda contraprova do laboratório estadual. Nicole afirma que outros 23 casos estão aguardando resultados na cidade e reforçou que os números não necessariamente refletem a realidade, uma vez que o processo de exames é demorado em comparação à velocidade do contágio.

Leia mais
"Sem sombra de dúvidas, Bento Gonçalves tem mais de 200 casos", afirma prefeito

Segundo a médica, a variabilidade na faixa etária dos pacientes atendidos atualmente pelo Hospita Tacchini, entre casos suspeitos e confirmados, chama a atenção: na ala da enfermaria são sete homens e uma mulher, com idades ente 25 e 88 anos. Na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), seis pacientes (sendo dois confirmados) com idades entre 42 e 84 anos, estão com comprometimento pulmonar e dependem de ventilação mecânica.

— Começa a cair por terra a ideia de que só idoso vai adoecer, como se idoso não fosse uma parcela importante da população, todo mundo está sob risco — afirmou a médica, chamando a atenção para a gravidade da pandemia.

TACCHINI PODE INTEGRAR PESQUISA NACIONAL

Em seu pronunciamento pela live, Nicole também anunciou que o Hospital Tacchini foi aprovado para inserção em um estudo nacional que tem como objetivo avaliar e validar tratamentos para cura da covid-19. O projeto intitulado "Coalizão Covid Brasil" é capitaneado pelo Ministério da Saúde, juntamente com entidades como o Hospital do Coração (HCor), Hospital Sírio-Libanês e  Hospital Israelita Albert Einstein. No Rio Grande do Sul, o Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre, também integra a pesquisa.

Nicole explicou que a participação do Hospital Tacchini ainda passará pelo conselho do sistema local mas afirmou que "é de absoluta importância" integrar uma pesquisa que esteja visando proporcionar melhorias aos pacientes.

Leia também
Congelados salários de vereadores, prefeito, vice e secretários de Bento Gonçalves até 2024

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros