Hemocentros de Caxias adotam medidas para manter estoques de doações de sangue em época de isolamento - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Saúde26/03/2020 | 13h11Atualizada em 27/03/2020 | 12h40

Hemocentros de Caxias adotam medidas para manter estoques de doações de sangue em época de isolamento

Infectologista garante que transfusão é segura

Hemocentros de Caxias adotam medidas para manter estoques de doações de sangue em época de isolamento Carlos Macedo/Agencia RBS
Quantidade de doadores voltou a aumentar nesta semana, após impacto no início da pandemia de coronavírus Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

O Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) e o Banco de Sangue adotaram medidas para garantir os estoques e, com isso, estão conseguindo atingir os níveis necessários de doação. A reação ocorreu ao longo desta semana, depois de a redução na coleta ficar cerca de 30% da média da semana passada devido à pandemia de coronavírus.

A meta, conforme o gerente de enfermagem do Hemocentro, Marcos Carvalho, é manter a coleta de 50 bolsas de sangue por dia. Com o agendamento e o contato com doadores do banco de dados do serviço, ele diz que o número tem sido atingido, o que é suficiente para a demanda. Normalmente, a necessidade é de 70 coletas por dia, mas com o cancelamento das cirurgias eletivas para liberar leitos para pacientes com covid-19, reduziu a quantidade de sangue que os hospitais precisam.

Leia mais
Coronavírus faz diminuir doação de sangue em Caxias do Sul

Já no Banco de Sangue, foram cerca de 70 bolsas coletadas nos últimos dois dias. Entre as medidas adotadas, está a carona oferecida pelo serviço para levar até três pessoas para fazer a doação e também o agendamento pelo telefone  (54) 9.9113-4710. A equipe de contato com doadores também aumentou de três para cinco profissionais. Para que o doador tenha menos risco de contaminação, houve divisão das salas de coleta, de espera e de lanches. A relações públicas do Banco de Sangue, Linéia Espindula, salienta que o espírito de solidariedade da comunidade tem sido fundamental para manter os estoques regulares.

No Hemocs, os doadores devem agendar a doação pelos telefones  (54) 3290.4536, 3290.4580 e 3290.4543 ou pelo WhatsApp (54) 9.8418.8487. Já as coletas para o Registro Nacional de Doadores de Medula (Redome) estão suspensas por tempo indeterminado.

Transfusão é segura, dizem profissionais da saúde

Por enquanto, não há evidências de que a transfusão de sangue possa gerar contaminação pelo coronavírus, segundo profissionais de saúde.

— É praticamente impossível. Estudos mostram que não houve nenhuma transmissão pelo sangue — comenta o gerente de enfermagem do Hemocs.

A diretora da Sociedade Brasileira de Infectologia, Lessandra Michelin, também garante que a transfusão é segura:

— O vírus não tem transmissão sanguínea, só respiratória. Por isso, as pessoas podem doar sangue.

Nesta sexta-feira (27), o Ministério da Saúde orientou que a doação de sangue deve continuar no país e reforçou que o processo é seguro para quem doa. "É importante lembrar que não há um substituto para o sangue e a disponibilidade é essencial em diversas situações e em muitos casos determinante para o sucesso de um tratamento", diz a nota. 

Leia também
Hotéis de Bento Gonçalves vão hospedar médicos plantonistas
Doses da vacina contra a gripe se esgotam em menos de três horas em Caxias
Bispo diz que Diocese de Caxias manterá igrejas fechadas, mesmo após decreto que permite abertura

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros