Bispo diz que Diocese de Caxias manterá igrejas fechadas, mesmo após decreto que permite abertura - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Covid-1926/03/2020 | 11h29Atualizada em 26/03/2020 | 11h29

Bispo diz que Diocese de Caxias manterá igrejas fechadas, mesmo após decreto que permite abertura

As transmissões ocorrem de segunda à sexta, às 19h, sábado, às 18h e domingo, às 19h

Bispo diz que Diocese de Caxias manterá igrejas fechadas, mesmo após decreto que permite abertura Roni Rigon/Agencia RBS
As transmissões ocorrem de segunda à sexta, às 19h, sábado, às 18h e domingo, às 19h Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Após decreto do presidente Jair Bolsonaro, que considerou uma medida absurda fechar igrejas como forma de tentar diminuir a disseminação do coronavírus, o Bispo da Diocese de Caxias do Sul, Dom José Gislon, se manifestou. Ele disse que manterá igrejas fechadas, mesmo após decreto que permite a abertura. 

De acordo com Dom Gislon, a Campanha da Fraternidade deste ano está cumprindo o tema previsto e com foco na preservação da vida, principalmente neste período em que o mundo está enfrentando uma pandemia. Segundo ele, manter as igrejas fechadas neste momento significa preservar a vida, cumprindo também o estabelecido pelos decretos estadual e municipal.

Segundo Gislon, a Igreja não é contra a realidade econômica do país ou o desenvolvimento econômico, mas sim, contra o descaso com a vida. 

Leia mais
Missas com a presença de público serão suspensas a partir de sexta-feira em Caxias do Sul e região

A Catedral, em Caxias, está aberta para oração nos seguintes horários: segunda, das 14h30min às 17h; terça, das 9h às 12h e das 14h30min às 18h; sábados, das 9h às 11h,  e domingos, das 8h30min às 11h e das 17h às 18h.  

Leia também
Em um dia, 383 casos de descumprimento do decreto em prevenção ao coronavírus são denunciados em Caxias
Secretaria da Educação de Caxias vai lançar portal com atividades para estudantes 



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros