Audiência pública para debater transporte coletivo em Caxias ocorre nesta quinta-feira - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Aberto à comunidade12/03/2020 | 12h09Atualizada em 12/03/2020 | 12h09

Audiência pública para debater transporte coletivo em Caxias ocorre nesta quinta-feira

Objetivo é debater, na Câmara de Vereadores, planilhas tarifárias e ações para melhorar mobilidade

Audiência pública para debater transporte coletivo em Caxias ocorre nesta quinta-feira Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Uma audiência pública debaterá a situação do transporte coletivo na noite desta quinta-feira (12) na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul. O encontro foi proposto pela Comissão de Desenvolvimento Urbano, Transporte e Habitação (CDUTH) e ocorre às 18h30min no plenário do Legislativo.

Leia mais
Edital para licitação do transporte coletivo de Caxias será recriado, diz secretário
Licitação para concessão do transporte coletivo de Caxias é suspensa

Estão confirmadas as participações do secretário de Trânsito de Caxias, Alfonso Willembring, do ex-secretário Edson Marchioro, e gerente de inovação da Marcopolo, engenheiro Petras Amaral dos Santos. A previsão é que Willembring apresente as planilhas de cálculo tarifário, além de custos operacionais e gratuidades. O ex-titular da pasta deve apresentar um histórico do projeto de troncalização do transporte coletivo, que inclui as estações principais de integração (EPIs), enquanto o gerente da Marcopolo deve compartilhar experiências colhidas pela empresa com sistemas de transporte em diversos lugares do mundo.

A audiência terá ainda a manifestação do presidente da União das Associações de Bairros (UAB), Valdir Walter, do presidente da Associação dos Usuários de Transporte de Passageiros de Caxias do Sul (Assutran), Cassiano Fontana, e de ao menos um integrante do Conselho Municipal de Trânsito e Transportes. O público também poderá se inscrever para apresentar argumentações.

Embora não conste oficialmente na pauta da audiência pública, a expectativa é que a elaboração do novo edital de licitação para concessão também seja abordada. Willembring diz que as discussões avançaram internamente, mas uma proposta mais concreta ainda não está pronta para ser apresentada, já que o objetivo é ouvir todas as entidades da cidade envolvidas com o transporte.

Após a conclusão de uma minuta do edital, a intenção é debater o assunto em audiências públicas, que ainda serão marcadas. A expectativa inicial é de que os encontros ocorram em abril.

— Vou antes discutir com o conselho e fazer no mínimo duas audiências públicas. Qualquer debate agora é prematuro — avalia Willembring.

Leia também
Feira Envase Brasil, em Bento Gonçalves, deve movimentar R$ 100 milhões
População de baixa renda de Bento Gonçalves terá curso gratuito para atuar no setor turístico
"O Cade é uma instituição pública de excelência, com um corpo notável e brilhante", diz economista  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros