Alô, Caxias amplia instalações e equipe para atender demanda da comunidade - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Comunicação31/03/2020 | 19h20Atualizada em 31/03/2020 | 19h20

Alô, Caxias amplia instalações e equipe para atender demanda da comunidade

Já foram realizados mais de sete mil atendimentos do período de pandemia

Alô, Caxias amplia instalações e equipe para atender demanda da comunidade Jéssica Maciel/SMRHL / Divulgação
Foto: Jéssica Maciel / SMRHL / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

O Alô, Caxias está sendo a principal ferramenta na prestação de informações à população caxiense e no recebimento de denúncias em descumprimento aos decretos com medidas restritivas no combate ao coronavírus.

Leia mais
Prefeitura de Caxias confirma que aulas da rede municipal vão seguir suspensas até o final de abril 

Para atender a demanda, o serviço ampliou a equipe de três para oito atendentes. Além disso, há novas instalações, com um ambiente amplo a fim de garantir a saúde dos trabalhadores. O espaço está localizado no segundo andar do centro administrativo.

Compostas por funcionários de empresa terceirizada, servidores, cargos em comissão de diferentes secretarias e voluntários da Defesa Civil, as equipes têm sido responsáveis pelo encaminhamento de denúncias e orientações à população neste período.

Desde o início do atendimento até a tarde desta terça-feira (31), foram realizados 7.753 atendimentos, sendo 6.209 ligações e 1.544 denúncias. As ligações são para esclarecimento sobre os sintomas da covid-19 e a forma de atendimento da Secretaria da Saúde. Nesta semana, houve também procura da vacina da gripe, além de ligações para tirar dúvidas sobre os estabelecimentos que podem funcionar de acordo com os decretos em vigor.

— A equipe tem recebido treinamentos diários para melhor esclarecer as dúvidas e acalmar a população — diz a secretária da SMRHL, Valéria Wormann.

O Alô, Caxias atende das 8h às 17h por meio do número 156. Denúncias de estabelecimentos também podem ser feitas por meio do site sac.caxias.rs.gov.br

Leia também
Ministério Público e Famurs estão de olho no relaxamento de medidas contra o coronavírus

 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros