Sobe para quatro o número de casos suspeitos de coronavírus na Serra - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Saúde pública28/02/2020 | 21h05Atualizada em 28/02/2020 | 21h24

Sobe para quatro o número de casos suspeitos de coronavírus na Serra

Os dois casos de Caxias do Sul foram confirmados no final da tarde de ontem pelo Ministério da Saúde

Sobe para quatro o número de casos suspeitos de coronavírus na Serra Noele Scur/Agência RBS
Foto: Noele Scur / Agência RBS
Pioneiro
Pioneiro

Subiu para quatro o número de casos suspeitos de coronavírus na Serra. Os dois de Caxias do Sul foram confirmados no final da tarde desta sexta-feira (28) pelo Ministério da Saúde. Os outros dois, de Farroupilha, foram anunciados ainda na quinta-feira (27). No Rio Grande do Sul, os números saltaram de 21 para 27. É o segundo Estado com mais possíveis casos da doença. No Brasil, são 182 casos suspeitos. O único caso confirmado é de um homem de 61 anos, morador de São Paulo.

Leia mais:
Caxias do Sul tem dois casos suspeitos de coronavírus
Farroupilha, na Serra, investiga dois casos de coronavírus
Municípios da Serra se preparam para cuidados em relação ao coronavírus
Infectologista de Caxias explica o que é o coronavírus e como se prevenir 

A Secretaria Municipal da Saúde de Caxias informa que um casal que esteve na Itália e retornou no último dia 20 apresentou sintomas, como febre e problemas respiratórios. A secreção expelida foi coletada e enviada ao Laboratório Central do Estado (Lacen) para análise. A previsão é que o resultado esteja disponível em sete dias. O casal foi atendido no Hospital da Unimed e está em isolamento domiciliar e com quadro de saúde estável.

Os casos de Farroupilha são de dois homens de 32 anos, também com histórico de viagem recente à Itália. Segundo o secretário interino de Saúde de Farroupilha, Davi de Almeida, os pacientes estão em estado regular e em isolamento domiciliar. O município aguarda o resultado dos exames do Lacen.

No Estado, os casos estão concentrado em nove cidades: Porto Alegre (14), Canoas (3), Caxias do Sul (2), Cidreira (2), Farroupilha (2), Montenegro (1), Palmares do Sul (1), Passo Fundo (1) e Santa Maria (1). 

NO AEROPORTO

No aeroporto Hugo Cantergiani, os painéis de voo exibem, desde quinta-feira, instruções de prevenção ao coronavírus. O vídeo foi obtido junto à Open Box TV, empresa que administra o sistema dos painéis. Entre as instruções estão como lavar as mãos corretamente e como proceder em caso de sintomas da doença. A medida foi adotada devido às preocupações com o avanço do vírus pelo mundo.

— Temos gente que vem de São Paulo, da China e da Itália. Já percebemos que muitos passageiros estão desembarcando com máscara — afirma o diretor do aeroporto, Maurício D’ávila.


Como os hospitais estão se preparando atender os pacientes

Quatro dos seis hospitais de Caxias do Sul contatados pela reportagem, garantem que as equipes estão ou já foram treinadas para atender a pacientes com indícios de coronavírus. A médica Viviane Buffon, responsável pela área de infectologia do Hospital Geral (HG) diz que um plano de contingência está sendo preparado desde janeiro. 

—Treinamos as equipes sobre o fluxo de pacientes e a coleta de material. Também contamos com quartos de isolamento, caso seja necessário —explica a médica. 

O Virvi Ramos também garante equipes treinadas para o atendimento e áreas de isolamento. A coordenadora do Serviço de Controle de Infecção do hospital, Viviane Piccoli Calgaro, ressalta que os pacientes respondem a um questionário que ajuda na identificação da doença.  Além disso, o hospital também oferece, em parceria com um laboratório externo, um exame do covid-19,  que possibilita um resultado mais específico e com mais qualidade. O exame, no entanto, deve ser pago.

A assessoria do Pompéia também afirma que está atendendo a todas as precauções necessárias para atender a casos suspeitos e que não há, ainda, nenhuma orientação específica por parte do Ministério da Saúde.

No Hospital da Unimed, onde os dois casos suspeitos de Caxias foram atendidos, a responsável pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar,  Lessandra Michelin, informa que a instituição está equipada com profissionais treinados e insumos garantidos.

 A estrutura do hospital também conta com quartos de UTI específicos para este atendimento. O Pronto Socorro possui uma área de isolamento para a observação dos pacientes que chegam com os sintomas da doença.

Prefeitura de Caxias forma comissão

Os dois casos suspeitos de coronavírus, que aguardam laudo, acenderam o sinal de alerta em Caxias do Sul. A prefeitura formou uma comissão para desenvolver ações de prevenção, notificação e investigação dos casos. O grupo é formado por sete pessoas, como o secretário da Saúde, Jorge Olavo Hahn Castro, além de médicas e profissionais especializadas em infectologia.

— Não se tem ainda muita ideia do que pode acontecer e como esse vírus irá se comportar nas diversas regiões do Brasil. Nosso plano está baseado no mesmo que foi utilizado em 2009 com o Influenza A — destaca Castro, salientando que a coleta só ocorre quando existe alguma suspeita. 

— Os dois casos suspeitos  foram encaminhados a Porto Alegre, onde serão feitos os testes e as contraprovas.

Desde 27 de janeiro, a SMS  trabalha com um protocolo municipal do coronavírus, embasado no Plano de Contingência Estadual. Parte da comissão esteve reunida na tarde de sexta-feira para finalizar detalhes do plano. Além disso, a equipe iniciará a capacitação dos profissionais de saúde na próxima terça-feira, com intuito de prepará-los para o atendimento e manejo de casos que possam surgir.

Também foi alinhada a compra de equipamentos de proteção individual (EPI) e coletivo, como álcool em gel para atendimento à população. Semanalmente, a SMS publicará boletim epidemiológico atualizado, informando os casos suspeitos, descartados e, se houver, confirmados.

Leia também:  
Incêndio atinge fábrica de tecidos e espumas em Farroupilha
Homem é atropelado na RS-122, em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros