Rodovias da região começarão a passar por estudo para concessão - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Infraestrutura23/02/2020 | 19h58Atualizada em 23/02/2020 | 19h58

Rodovias da região começarão a passar por estudo para concessão

Consórcio foi contratado pelo BNDES para apontar qual melhor modelo para cada trecho, entre eles está a RS-122

Rodovias da região começarão a passar por estudo para concessão Lucas Amorelli/Agencia RBS
Trecho da RS-122, entre o Viaduto Torto e o bairro Santa Fé, em Caxias, é o que tem as piores condições de pavimentação Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Nos próximos meses, funcionários do consórcio que reúne as empresas Manesco e Planos estarão em campo levantando dados e fazendo estudos sobre os mais de mil quilômetros de rodovias estaduais que serão concedidos à iniciativa privada. Entre eles estão os trechos de sete estradas das regiões da Serra, Campos de Cima da Serra e Hortênsias (confira abaixo), que somam 398,73 quilômetros – 258,73 deles já pedagiados e sob administração da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) e outros 140 de responsabilidade do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer).

Leia mais
Saiba quais as sete rodovias da região que passarão por estudo para concessão

Ao todo, 18 estradas passarão por avaliação no Estado, em um total de 1.028 quilômetros de extensão. O consórcio foi contrato por meio de licitação para fazer o estudo pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com o qual o Estado firmou parceria.

O start para o trabalho de campo foi dado na última terça-feira na primeira reunião entre as secretarias de Governança e Gestão Estratégica e Extraordinária de Parcerias, o banco e as empresas. Segundo o secretário Claudio Gastal, a Planos atua na área de engenharia e finanças e a Manesco na área legal e tributária. 

– Começamos a discutir o plano do projeto, de colocar as equipes em campo, começar as análises e medições e verificar os cenários. Estamos no início de uma jornada que deve levar um ano até a consulta pública dos editais de concessão – declarou Gastal.

Em 20 dias, o consórcio entregará um cronograma de ações ao governo. Durante o processo, as empresas compilarão dados existentes da EGR e também farão novas medições de volume de tráfego, por exemplo. A partir disso, serão definidas as medidas que serão adotadas para qualificar as rodovias, como duplicações, implantação de terceiras faixas e obras de segurança viária para as comunidades próximas, entre outras.

O secretário explica que não haverá um único edital para os 1.028 quilômetros de rodovias. Os trechos devem ser agrupados:

– Nossa ideia é, até abril (do ano que vem), ter 100% das rodovias já tendo passado ou em consulta pública para avaliação do edital, com projeto pronto. Agora, começamos a analisar qual o melhor forma de agrupar as rodovias no sentido de dar maior atratividade ao mercado e, também, mais relação custo benefício e razoabilidade no pedágio.

A expectativa da região é quanto à duplicação do trecho da RS-122 entre Farroupilha e São Vendelino. Outra expectativa é sobre se haverá ou não novos pontos de pedágio. Atualmente, são dois postos de cobrança sob a responsabilidade da EGR, um na RS-122, em Flores da Cunha, e outro na RS-235, em Gramado. O valor é de R$ 7 em cada um. Esse mesmo consórcio apresentou o plano sobre a RS-287, que terá duplicação total e três novas praças de pedágio no trecho de 204 quilômetros entre Santa Maria e Taquari.

Na região
Quais são as rodovias sob estudo
Trechos sob administração da EGR

RS-122:
:: Entre a RS-240 e a RS-446 em São Vendelino - 39,09 quilômetros
:: Entre a RS-453 (Caxias) e RS-437 (Antônio Prado) - 49,67 quilômetros

RS-235:
:: Entre a BR-116 (Caxias) e Gramado - 34,64 quilômetros
:: Entre a RS-115 (Gramado) e Canela - 7,67 quilômetros
:: Entre Canela e RS-020 (São Francisco de Paula) - 34,01 quilômetros

RS-466:
:: Entre Gramado e RS-235 (Canela) - 7,22 quilômetros

RS-020:
:: Entre a RS-235 (Canela) e o acesso norte a São Francisco de Paula - 6,35 quilômetros
:: Entre a RS-235 (Canela) e o acesso a Três Coroas - 21,87 quilômetros

RS-453:
:: Entre a BR-386/RS-129 (Estrela) e RS-470 (Garibaldi) - 58,21 quilômetros

Trechos não pedagiados

RS-122:
:: Entre a RS-446 (São Vendelino) e a RSC-453 (bairro Santa Fé, em Caxias) - 41 quilômetros
:: Entre a RS-437 (Ipê) e BR-116 (Campestre da Serra) - 39 quilômetros

RS-446:
:: Entre RS-122 (São Vendelino) e BR-470 (Carlos Barbosa) - 15 quilômetros

RS-453:
:: Entre BR-470 (Bento Gonçalves) e Caxias - 29 quilômetros

VRS-813:
:: Entre Farroupilha e BR-470 (Garibaldi) - 16 quilômetros

Fonte: governo do Estado

Leia também:
Guaritas foram derrubadas pela maré alta em Arroio do Sal
Motorista é autuado a 149 Km/h na Rota do Sol


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros