Líder comunitária do Vale da Esperança pede perdão a motoristas - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Morte de motorista 14/02/2020 | 21h07Atualizada em 14/02/2020 | 21h07

Líder comunitária do Vale da Esperança pede perdão a motoristas

Terezinha Aparecida Duarte recepcionou e fez um apelo emocionado aos manifestantes

Líder comunitária do Vale da Esperança pede perdão a motoristas Anderson Gramazio / Reprodução WhatsApp/Reprodução WhatsApp
Foto: Anderson Gramazio / Reprodução WhatsApp / Reprodução WhatsApp

Um dos momentos que mais chamou a atenção durante a manifestação dos motoristas de aplicativos nesta sexta-feira (14) à tarde foi depois que a carreata saiu das Capelas São Francisco, onde Jônatan  Giacomoni Loreno Rigo, 24 anos, estava sendo velado após ter sido morto com um tiro na nuca no loteamento Vale da Esperança.

Parte do grupo de motoristas se dirigiu até o local do crime, onde também fizeram um buzinaço. O que não esperavam é que fossem recepcionados pela presidente da Associação dos Moradores de Bairro (Amob) Vale da Esperança, Terezinha Aparecida Duarte, que pediu perdão pelo acontecido e fez um apelo.

Leia mais:
"Latrocínio é evidente", afirma delegado sobre morte de motorista de aplicativo em Caxias do Sul
Motorista de aplicativo é morto a tiros durante assalto em Caxias
Motoristas de aplicativo fazem carreata em homenagem a colega morto em Caxias 

— Em nome da comunidade do Vale da Esperança, eu quero pedir desculpas, que vocês nos perdoem, mas que não deixem de vir fazer o trabalho de vocês para nós e por nós. A gente sabe que é ruim, a minha comunidade inteira está comentando o ocorrido. Eu tenho uma nora, uma filha, um filho e um genro que são da família da Uber, que trabalham na Uber. Então, eu sei o que vocês estão sentindo _ disse, emocionada.

 Leia também  
Governo Flávio Cassina quer usar empréstimo para outras obras do Aeroporto de Vila Oliva
Ex-secretário da Saúde de Caxias repete frase usada por adversários
Prefeitura de Farroupilha leva à Câmara pacote para hospital no dia da votação sobre tramitação de impeachment
Ex-procuradora-geral adjunta de Caxias assume defesa de Daniel Guerra
Justiça condena ex-presidente da Câmara de Bento Gonçalves em caso de fraude 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros