Conselho aprova reajuste de R$ 0,40 na passagem do transporte urbano em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Decisão21/02/2020 | 16h52Atualizada em 21/02/2020 | 19h18

Conselho aprova reajuste de R$ 0,40 na passagem do transporte urbano em Caxias do Sul

Decisão final cabe agora ao Poder Executivo. Trajetos municipais passariam a custar R$ 4,65

Conselho aprova reajuste de R$ 0,40 na passagem do transporte urbano em Caxias do Sul Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Uma reunião do Conselho Municipal de Trânsito (CMTT), realizada na tarde desta sexta-feira (21), aprovou por maioria a sugestão de reajuste de tarifa para os transportes intramunicipal, urbano e interterminais de passageiros. O valor do transporte urbano municipal teve aprovado aumento, passando dos atuais R$ 4,25 para R$ 4,6567. 

Leia mais
Técnicos da prefeitura calculam tarifa de ônibus urbano a R$ 4,65 em Caxias do Sul
Nova tarifa de ônibus em Caxias entra na pauta do Conselho de Trânsito na próxima terça
Vice-prefeito de Caxias cogita prorrogação de seis meses de contrato com a Visate
Visate pede reajuste anual da tarifa de ônibus em Caxias do Sul
Edital para licitação do transporte coletivo de Caxias será recriado, diz secretário   

A decisão final caberá agora ao prefeito, Flávio Cassina, e deve ocorrer somente após o Carnaval, uma vez que a prefeitura terá ponto facultativo até o meio dia de quarta-feira (25). Se aprovada, nova tarifa será praticada após publicação de decreto do prefeito.

Foto: Rodrigo Rossi / Divulgação

O encontro também aprovou nova tarifa para trajetos intramunicipais, que ficou em R$ 9,4792 e interterminais, em R$ 2,7940. De acordo com o secretário de Trânsito, Alfonso Willembring, o reajuste foi aprovado de forma praticamente unânime, com apenas um voto contrário, uma vez que já havia sido apontado pela equipe técnica da prefeitura. Ele representa um reajuste de 9,57% sobre a tarifa atual de R$ 4,25 — a Visate, atual concessionária do serviço, pediu passagem de R$ 4,91. 

Para chegar ao cálculo de R$ 4,65, os técnicos consideraram as gratuidades, que abrangeram 30,54% do total de 2,4 milhões de passageiros transportados por mês em 2019. Considerando a integração esse percentual sobre para 34%. Também foi considerado o reajuste médio no preço do combustível, que foi de 9,20% no ano passado, no valor dos chassis, de 6,97%, e das carrocerias, 7,31% pelo IGPM, e o coeficiente de consumo de combustíveis (5%) e o dissídio dos funcionários (4,48%), entre outras questões.

— O reajuste é uma necessidade. A despesa e o aumento da despesa existe, no combustível, na manutenção, no pagamento aos funcionários... Fizemos uma "ginástica" para chegar a esse cálculo bastante pontual — afirmou Willembring.

Leia também
Andaime fica suspenso após parte da estrutura soltar em prédio do centro de Caxias
Domingo de Carnaval terá passe livre em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros