Cerca de 700 motoristas sem carteira de habilitação foram flagrados em Caxias do Sul no ano passado - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Infração07/02/2020 | 16h00Atualizada em 07/02/2020 | 16h00

Cerca de 700 motoristas sem carteira de habilitação foram flagrados em Caxias do Sul no ano passado

Dados fazem parte de levantamento da Secretaria Municipal de Trânsito

Cerca de 700 motoristas sem carteira de habilitação foram flagrados em Caxias do Sul no ano passado Nelci Neuri Piicinini / Acervo pessoal/Acervo pessoal
No ano passado, adolescente sem habilitação provocou um acidente com duas mortes no bairro Bela Vista Foto: Nelci Neuri Piicinini / Acervo pessoal / Acervo pessoal

O ano passado encerrou com uma média de 58 motoristas flagrados dirigindo sem carteira de habilitação por mês. Isso significa um total de 696 casos, aumento de 4,5% na comparação com 2018. Os dados fazem parte de levantamento da Secretaria de Trânsito de Caxias do Sul.

Dos flagrantes de 2019, 38% são motoristas que também são proprietários dos veículos. Ou seja, 269 deles compraram carros ou motos para dirigir mesmo sem ter a habilitação. O restante usou veículo emprestado de outra pessoa.

Para Carlos Beraldo, que integra o Conselho Nacional de Trânsito, a pena branda de crimes de trânsito é um dos fatores que contribui para a continuidade de casos. A sensação de impunidade, na avaliação dele, acaba sendo uma impulsionadora para infrações.

_  As pessoas jogam com 50% de probabilidade de ser pegas ou não. E eles sabem que normalmente a parte punitiva é muito branda, então arriscam.

Para se ter uma ideia, em cinco anos, foram feitos 2.749 flagrantes. Na comparação entre 2015 e 2019, o número também cresceu: foi de 498 para 696. Mesmo sem dados específicos, pela experiência, Beraldo, que também atua na Fiscalização Municipal de Trânsito, diz que a maioria dos casos envolve carros, mas também há casos com motocicletas. Inclusive, ele salienta que há motos a custos muito baixos em que financeiramente compensa comprá-las e andar sem carteira até ser autuado.

—  O valor de uma carteira de habilitação ultrapassa os R$ 2 mil. Tu pegas esses R$ 2 mil e compra uma moto de R$ 1 mil. O que acontece? Em tese, o valor de uma carteira de habilitação equivale a duas motos. Até essa pessoa ser pega, quanto tempo demora? Sem contar que normalmente as punições não caem pra ele, caem para o proprietário (do veículo).

Ainda que a situação financeira seja o motivo para muitos motoristas cometerem essa infração,  o que está em risco é a segurança no trânsito. No ano passado, um adolescente de 17 anos, que também teve a embriaguez confirmada pela perícia, provocou um acidente no bairro Bela Vista que resultou na morte de Fernanda Xavier Sosso, 33 anos, e o filho dela, Otavio Xavier Ceconi, dois anos.

Leia mais
De cada 16 pessoas flagradas sem habilitação em Caxias do Sul, uma é adolescente
Adolescente envolvido em acidente com morte de mãe e filho em Caxias do Sul poderá ficar internado até três anos
Perícia comprova embriaguez de adolescente envolvido em acidente que matou mãe e filho
"Ele pedia para salvar a família dele", conta primo de homem que perdeu mulher e filho depois de acidente em Caxias 

Os motoristas flagrados sem habilitação são multados em R$ 880 e o veículo é apreendido. A infração é considerada gravíssima. Quem empresta o veículo sofre as mesmas punições e, se tiver habilitação, perde sete pontos na carteira. O Código Brasileiro de Trânsito também prevê pena de detenção de até um ano, mas que pode ser convertida em multa.

— Com certeza, o sujeito que dirige sem carteira de habilitação já não tem conhecimento e habilidade técnica para conduzir. Tem a infração de trânsito com sanção administrativa e penal. E também quem entregou o veículo também responde — explica o delegado Adriano Linhares, que responde pela Delegacia de Trânsito de Caxias do Sul.  

Ano     Condutores não habilitados
2015    498
2016    402
2017    487
2018    666
2019    696 

Leia também
Realização das Surdolimpíadas em Caxias do Sul demandará envolvimento de toda a região
Atividades em setor atingido por incêndio na Randon serão retomadas no fim de semana
Polícia Civil instaura inquérito para investigar barragens ilegais em Nova Petrópolis

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros