"Lugar de Mulher" é tema de bate-papo pelo fim da violência contra mulheres em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Programação 01/12/2019 | 13h52Atualizada em 01/12/2019 | 14h02

"Lugar de Mulher" é tema de bate-papo pelo fim da violência contra mulheres em Caxias

Encontro ocorre a partir das 14h, desta segunda-feira (02), na Biblioteca Parque Largo da Estação

"Lugar de Mulher" é tema de bate-papo pelo fim da violência contra mulheres em Caxias Veronice Paim/Divulgação
Encontro ocorre a partir das 14h, desta segunda-feira (02), na Biblioteca Parque Largo da Estação Foto: Veronice Paim / Divulgação

O bate-papo "Lugar de Mulher é..." integra a programação da campanha 16 dias de Ativismo pelo fim da Violência Contra as Mulheres realizada em Caxias do Sul. O encontro ocorre a partir das 14h, desta segunda-feira (02), na Biblioteca Parque Largo da Estação, na Rua Augusto Pestana, nº 50, bairro São Pelegrino. A atividade é uma promoção do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Norte, da Fundação de Assistência Social (FAS). 

Leia mais
Rede de proteção a mulheres em Caxias do Sul terá mais serviços envolvidos
"É uma luta todo dia. Precisamos avançar", diz promotor de Caxias sobre violência contra a mulher
Casa de Apoio Viva Rachel, em Caxias do Sul, completa 20 anos 

Durante o bate-papo os participantes debaterão sobre os estereótipos do machismo e da violência contra a mulher. Haverá também cartazes com frases alusivas às diversas formas de agressões cometidas no próprio lar ou pela sociedade. Os cartazes são interativos para que o público complete as frases conforme suas opiniões sobre a violência. Os materiais foram produzidos na oficina do projeto "Socioeducação através da Arte e da Música", promovido pelo Centro de Atendimento em Semiliberdade (Casemi) de Caxias do Sul.

Lugar de Mulher é tema de bate-papo pelo fim da violência contra mulheres em Caxias
Foto: Veronice Paim / Divulgação

Uma das participantes das oficinas, Giovana Mazzochi ressalta a importância de trabalhar o tema: 

— Proporcionar essa discussão aos adolescentes e jovens é importante, pois provoca o início da mudança na sociedade. Além de abrir as possibilidades deles enxergarem as relações, entre homens e mulheres, com outros olhos. Isso tanto referente ao machismo enfrentado pelo sexo feminino quanto ao que eles próprios enfrentam_ afirma, ela. 

A programação da campanha 16 dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres foi desenvolvida pela Coordenadoria da Mulher, vinculada à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social. 

Leia também
Homem é preso após colocar fogo na casa de ex-companheira em Canela 
Mãe e padrasto são presos por tentar matar bebê de quatro meses em Caxias 
Identificado motociclista morto em acidente com trator em Carlos Barbosa




 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros