Rede de proteção a mulheres em Caxias do Sul terá mais serviços envolvidos - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Fim da violência25/11/2019 | 15h05Atualizada em 25/11/2019 | 15h05

Rede de proteção a mulheres em Caxias do Sul terá mais serviços envolvidos

Novo protocolo é assinado nesta segunda-feira e ação faz parte de campanha pelo fim da violência contra o público feminino

Rede de proteção a mulheres em Caxias do Sul terá mais serviços envolvidos Rodrigo Philipps/Agencia RBS
Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

A assinatura do novo Protocolo de Intenções da Rede de Proteção à Mulher ocorre na tarde desta segunda-feira (25), em Caxias do Sul. Trata-se de uma atualização dos procedimentos que envolvem a rede pública e instituições privadas para proteger o público feminino de atos de violência. Esta ação dará início à campanha 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres, que segue até o dia 10 de dezembro.

A programação, que envolve palestras, capacitações e outras ações educativas, está a cargo da Coordenadoria da Mulher, setor da administração municipal. Conforme a titular do órgão, Janete Thomé, dentre as novidades do protocolo está o envolvimento de mais serviços. A secretaria de Habitação, por exemplo, dará apoio a mulheres que precisam fazer a mudança de uma casa para outra e estará articulada com a coordenadoria para garantir a inclusão destas vítimas em cadastros para compra de moradias de baixo custo. Já a secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego trabalhará em parceria com o restante da rede para o acesso a cursos de capacitação. No total, são cerca de 30 serviços atuantes.

Para a terça-feira (26) está marcado o lançamento oficial da campanha, com a apresentação do cenário da violência doméstica e familiar no município, que trará dados sobre os atendimentos em Caxias do Sul. A atividade, que começa às 14h no Centro de Cultura Ordovás, também contará com a apresentação da cartilha "todas E todos pelo fim da violência contra a mulher", do Ministério Público, e da 2ª edição do calendário alusivo à rede de atendimento. O material trará informações sobre datas que marcam direitos conquistados pelas mulheres e sobre como buscar auxílio em situações de violência.

Leia também
Estado autoriza uso de recursos do Fundovitis travados há 11 meses e secretário garante que não haverá perda de valores
Trabalho na ERS-122, na Serra, é retomado, mas ainda não há previsão de liberação da rodovia
"Não sou petista. Sou de esquerda", diz Rodrigo Beltrão, vereador de Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros