Organização espera mais de 15 mil pessoas na Parada Livre de Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Diversidade16/11/2019 | 13h35Atualizada em 16/11/2019 | 13h35

Organização espera mais de 15 mil pessoas na Parada Livre de Caxias do Sul

Abertura oficial ocorre às 15h de domingo, na Rua Marquês do Herval

Organização espera mais de 15 mil pessoas na Parada Livre de Caxias do Sul Porthus Junior/Agencia RBS
Evento ocorrerá na Rua Marquês do Herval, no trecho próximo à Praça Dante Alighieri Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

De volta à Rua Marquês do Herval, a Parada Livre de Caxias do Sul ocorre neste domingo (17). O trecho onde a programação será realizada fica junto à Praça Dante Alighieri. A comissão organizadora projeta um público de 15 mil a 20 mil pessoas, mas também avalia que há a possibilidade do movimento ser ainda maior devido à polêmica envolvendo realização do evento.

Serão 50 apresentações artísticas, entre 14h e 20h30min. Ao final, o Bloco da Ovelha comandará o carnaval de rua. Conforme o coordenador geral da comissão organizadora da Parada Livre, Sandro Maurício da Silva, a expectativa é de que, além do público de costume, a programação atraia curiosos em relação a manifestações contra o prefeito Daniel Guerra (PRB), após a administração municipal ser obrigada pela Justiça a liberar o uso do espaço público e a fornecer o apoio com serviços, como orientação de trânsito.

Sem adiantar se haverá ou não protestos, Silva apenas diz apenas que vão ocorrer surpresas. Além disso, explica que existe uma preocupação de que a Parada seja um ambiente acolhedor para todos, inclusive famílias e crianças. No ano passado, o evento ocorreu em um estacionamento privado, também após a prefeitura proibir o uso do trecho da Marquês do Herval. Neste ano, a negativa da prefeitura foi derrubada judicialmente.

— É muito importante (voltar para a Rua Marquês do Herval), porque toda a história da Parada Livre começou ali. E é um marco de referência, de grande circulação de pessoas. A gente voltou porque não precisamos fazer a Parada às escondidas. Vamos fazer uma programação para a família, para as crianças, para os idosos. É uma programação cultural que a gente vai fazer ali — comenta Silva, que também é o apresentador do evento.

Ele explica ainda que todo o investimento será pago com recursos privados, sem qualquer destinação de verba pública. Cerca de R$ 10 mil foram arrecadados por meio de um projeto de financiamento coletivo online, além de doações. Como não há cachê para as apresentações, o dinheiro necessário é todo para a montagem da estrutura, que inclui palco, iluminação, sonorização e banheiros químicos.

Leia mais
"Certa carga discriminatória", diz TJ sobre ação da prefeitura contra Parada Livre
Justiça mantém determinação que a prefeitura de Caxias preste apoio à Parada Livre
Polêmica envolvendo Parada Livre em Caxias do Sul tem fundo político
Município tenta derrubar liminar que autoriza Parada Livre no Centro de Caxias
Município falta audiência na Justiça para acertar organização da Parada Livre em Caxias
Parada Livre tem apoio da OAB de Caxias do Sul
Justiça determina que prefeitura de Caxias viabilize Parada Livre na Rua Marquês do Herval
Prefeitura nega espaço da Marquês do Herval para realização da Parada Livre em Caxias do Sul  

Segundo Silva, o trânsito na Marquês do Herval, entre a Sinimbu e a Avenida Júlio de Castilhos, tem de ser bloqueado a partir das 8h para a instalação do palco. No entanto, não houve contato entre a organização e a prefeitura.

Na sexta-feira, após o Tribunal de Justiça manter a decisão de que a prefeitura deve viabilizar o apoio ao evento, a procuradora geral do município, Cássia Kunh, afirmou que a prefeitura  irá cumprir o que foi determinado, dando todo o apoio e suporte necessários. Neste sábado, a reportagem tentou contato com ela e com o secretário de Trânsito, Cristiano de Abreu Soares, mas eles não atenderam as ligações.

Programação no sábado

Neste sábado, também tem programação da Parada Livre. A partir das 13h30min, ocorrem shows, atividades de recreação para crianças, venda de artesanato, workshops, além de arrecadação de alimentos para doação a uma entidade de assistência social.

Leia também
Policlínica irá funcionar em prédio que seria destinado para a UPA em Farroupilha
Moradora de Caxias do Sul morre atropelada em saída de festa em São Luiz Gonzaga
Moradores cobram melhorias no acesso ao Loteamento Industrial, em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros