Moradores cobram melhorias no acesso ao Loteamento Industrial, em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Infraestrutura 16/11/2019 | 12h01Atualizada em 16/11/2019 | 12h04

Moradores cobram melhorias no acesso ao Loteamento Industrial, em Caxias

 Principal reclamação é em relação à falta de pavimentação da Rua João Rippel, único acesso para o ônibus do transporte coletivo 

Moradores cobram melhorias no acesso ao Loteamento Industrial, em Caxias Lucas Amorelli/Agencia RBS
Principal reclamação é em relação à falta de pavimentação da Rua João Rippel, único acesso para o ônibus do transporte coletivo Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Há 10 anos, o administrador, Wilker Moura, 46 anos, mora no Loteamento Cidade Industrial, em Caxias do Sul.  Desde então, ele, a família e os vizinhos convivem com o mesmo problema: a falta de pavimentação no acesso ao bairro. A Rua João Rippel, paralela à ERS-122, é utilizada pelo transporte coletivo. A principal reclamação é em relação ao pó e às doenças crônicas enfrentadas por crianças que passam pelo trajeto, uma vez que esse é o único acesso para quem chega ou sai da localidade de ônibus. 

— Temos dois acessos ao Cidade Industrial, um deles asfaltado recentemente em função de um novo loteamento que está sendo construído na região, e o outro por essa rua sem calçamento. Mas para quem precisa apenas do transporte coletivo é a única alternativa. Os moradores pagam IPTU e estão cansados do descaso — reclama Moura. 

A moradora Maria da Silva, 56, que mora no trecho asfaltado da João Rippel, também enfrenta problemas com o pó:

—  É muita poeira na casa toda. É bem complicado para quem mora na região— afirma. 

A técnica em enfermagem, Albertina Talia Pinheiro Carvalho Moura, 42, precisa utilizar o ônibus diariamente. Mãe de uma menina de seis anos, ela enfrenta problemas respiratórios. 

— O ônibus entra o bairro pela João Rippel. É apenas um trecho de chão batido, mas que afeta os moradores. Minha filha tem alergia ao pó e a poeira, tem renite e eu tenho asma. É bem complicado. Precisamos de calçamento— cobra.

Para Moura, é inadmissível que o município não tome atitudes para resolver a situação.

— No verão é um terror de tanta poeira, o que a prefeitura gasta com cascalho e patrolamento já dava para ter pavimentado o acesso mais de uma vez. Os ônibus estão sempre empoeirados. Em dias quentes e secos quando o ônibus passa sobe uma nuvem densa de poeira— reclama. 

COBRANÇAS AO PODER PÚBLICO 

O administrador conta que ligou há meses para solicitar ao município a pavimentação da rua. A prefeitura alega que não há solicitação ou até mesmo a mudança do trajeto do ônibus. 

—  Liguei para o Alô Caxias e me disseram que eu teria que ir lá pessoalmente preencher um papel. Estamos na iminência do século 22, mas ainda faz-se necessário preenchimento de papel para abrir uma solicitação, que acredito eu, seria apenas mais uma na estatística.

Moura reitera que os moradores já cobraram inúmeras vezes ao longo dos anos a pavimentação da via. 

—  São dez anos. O município desconhece isso?—  questiona, ele. 

CONTRAPONTOS 

O QUE DIZ A SECRETARIA DE OBRAS 

De acordo com a Secretaria de Obras, o procedimento de solicitação de asfaltamento é via protocolo geral, abrindo processo administrativo. Com isso, o pedido vai ser analisado tecnicamente e será dado um retorno. Então, o solicitante precisaria abrir a solicitação na prefeitura. Ou então, em caso de manutenção, o pedido pode ser via 156. 

A secretaria informa que a manutenção é regular na via, mas quando chove, fica prejudicada e precisa ser feita novamente. Outra possibilidade aos moradores, segundo o município, seria a pavimentação comunitária. Nesse caso, o solicitante deve procurar a Coordenadoria de Relações Comunitárias para solicitar orientações e abertura do pedido. O retorno sobre a viabilidade de asfaltamento será dado de forma oficial, por esse meio.

O QUE DIZ A SECRETARIA DE TRANSPORTES 

Sobre alteração da linha, a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) afirma que não há solicitação, mas reitera que a Rua João Rippel integra o itinerário da AL-55-Cidade Industrial, do transporte coletivo urbano, porque é a única via de acesso ao lado norte do loteamento. Durante a análise técnica para definição do roteiro verificou-se que não há outra alternativa na região para o deslocamento dos veículos. 

Leia também
Família de Caxias do Sul vive o sonho de ter filhos multiplicado por quatro
Adolescente com carro roubado tenta fugir de abordagem, mas é perseguido e apreendido pela polícia em Caxias 



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros