Há mais de uma semana sem funcionar, sinaleiras na RSC-453 em Farroupilha precisam de novo equipamento - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Desde 31 de outubro09/11/2019 | 11h08Atualizada em 09/11/2019 | 11h08

Há mais de uma semana sem funcionar, sinaleiras na RSC-453 em Farroupilha precisam de novo equipamento

Município aguarda chegada de peça para religar o conjunto de semáforos

Há mais de uma semana sem funcionar, sinaleiras na RSC-453 em Farroupilha precisam de novo equipamento Jonas Ramos/Agencia RBS
Sinaleiras no trevo Santa Rita, em Farroupilha, entraram em funcionamento em agosto de 2016 Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS

A prefeitura de Farroupilha busca neste fim de semana uma peça para consertar o conjunto de sinaleiras de acesso à cidade na RS-453, na altura do trevo Santa Rita. Segundo o secretário de Desenvolvimento Urbano, Infraestrutura e Trânsito, Gilberto do Amarante, foi feita uma tentativa de contato nesta sexta com a fornecedora, da região metropolitana de Porto Alegre, sem sucesso.

— Se conseguirmos o módulo neste fim de semana, já fazemos o conserto. Senão, vai ficar para a segunda-feira. Estamos fazendo um trabalho incansável para resolver o problema — afirma.

Leia mais
Sinaleiras em trevo de Farroupilha entram em operação no domingo 

Os semáforos estão sem funcionar desde 31 de outubro, quando os aparelhos foram danificados por um temporal.

Inicialmente, conforme Amarante, uma placa essencial para o funcionamento do sistema queimou com o primeiro temporal. Conforme a prefeitura, uma peça substituta foi comprada em Gravataí na terça seguinte (5), "assim que o trâmite legal permitiu". O equipamento foi buscado na sede da empresa. Após a substituição, no entanto, foi constatada uma instabilidade elétrica na via e a RGE foi contatada para trabalhar no ajuste.

Segundo o secretário, foi constatado então que também foi danificado outro módulo que faz o controle dos tempos da sinaleira. Com isso, não há como colocar o sistema em funcionamento até a chegada de outra peça.

Conforme Amarante, quem está fazendo a manutenção das sinaleiras agora é a empresa que foi contratada recentemente pelo município para o cercamento eletrônico e fornecimento de câmeras de monitoramento. Já as peças são fornecidas por outra empresa, que fez a instalação inicial dos semáforos. Segundo ele, a nova empresa que passou a prestar o serviço de manutenção ainda está se ambientando ao sistema. 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros