Governo libera R$ 1 milhão para obra no trecho onde houve deslizamento na ERS-122  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Trânsito06/11/2019 | 13h57Atualizada em 06/11/2019 | 14h50

Governo libera R$ 1 milhão para obra no trecho onde houve deslizamento na ERS-122 

Recurso também deve incluir retirada de rochas que caíram sobre a ERS-431, em Bento Gonçalves

Governo libera R$ 1 milhão para obra no trecho onde houve deslizamento na ERS-122  Lucas Amorelli/Agencia RBS
Diversas rochas desprenderam da encosta na margem da ERS-122, a maior delas tem cerca de oito metros de largura Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

O governo do Estado liberou R$ 1 milhão de forma emergencial para que o serviço de limpeza e remoção das rochas que deslizaram da encosta da ERS-122, em Farroupilha, pudesse ser executado.

Leia mais
Limpeza da ERS-122 começa, mas não há previsão de liberação parcial do trânsito
Acidente com caminhonete atrasa início da limpeza da ERS-122, em Farroupilha
Trânsito está bloqueado na ERS-122 entre São Vendelino e Farroupilha 

Na manhã desta terça-feira, a equipe da Encopav Engenharia, empresa que tem o contrato de conserva da rodovia, trabalhou na retirada e corte das árvores que caíram sobre a pista na altura do Km 43. Nesse ponto, na noite de domingo, rochas gigantes desprenderam da encosta e avançaram sobre as duas pitas no sentido São Vendelino-Farroupilha. A maior delas tem mais de oito metros de largura e deve pesar, segundo avaliação de especialista, centenas de toneladas. Ao deslizar da encosta, essa rocha, em função do peso, entrou sob o pavimento erguendo o asfalto na largura das duas pistas. Uma pedra um pouco menor  rolou, atravessou as três faixas e foi parar no lado oposto danificando também o guard-rail.

Na madrugada desta terça, mais uma parte da encosta cedeu e novas rochas caíram junto as que já estavam sobre a rodovia. Nesta tarde, um martelete hidráulico deve começar a ser utilizado para derrubar outra placa que apresenta fissuras e risco de despencar. Depois, serão quebradas as rochas maiores permitindo a remoção. 

A pista sentido Farroupilha-São Vendelino, onde estavam pedras menores e árvores foi a primeira a receber a intervenção. No final da manhã, ela já estava limpa. Porém, por segurança, já que há risco de novos deslizamentos, o trânsito continua totalmente bloqueado no local. 

FARROUPILHA, RS, BRASIL, 06/11/2019Equipe da Encopav trabalha na limpeza da pista e remoção de rochas que deslizaram da encosta na ERS-122, no Km 43.(Lucas Amorelli/Agência RBS)
Equipe da Encopav Engenharia removeu e cortou árvores que caíram sobre as pistasFoto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Para quem segue sentido Farroupilha-São Vendelino, o ponto de bloqueio fica no Km 50 da rodovia, a 10 quilômetros do chamado Trevo da Tramontina. Desse ponto de bloqueio até o local da queda de barreira são sete quilômetros. No sentido contrário, o bloqueio total fica no Km 39, no entroncamento com a ERS-446, quatro quilômetros distante do ponto de deslizamento.

Os desvios recomendados pelo Grupo Rodoviário da Brigada Militar são pela RSC-453 até a BR-470 e depois acessando a ERS-446, até São Vendelino retornando à ERS-122; ou pela BR-116, até Vila Cristina, em Caxias, seguindo pela ERS-452, até Bom Princípio, acessando novamente a ERS-122.

Em um outro ponto de deslizamento na Serra, no Km 6 da ERS-431, na localidade de Faria Lemos, interior de Bento Gonçalves, uma das pedras que caíram no último dia 27 de outubro ainda está sobre a pista sentido Bento-Guaporé. Por lá, o trânsito está liberado nos dois sentidos. Mas é preciso ter atenção porque o local onde fica a rocha é logo após uma curva à direita. Os motoristas que trafegam pela rodovia deparam com a rocha já bem perto dela e precisam invadir a pista contrária para desviar. Na manhã desta terça, havia apenas um pino refletivo junto à rocha como sinalização.

o outro:

A ideia é que após a conclusão do trabalho na ERS-122, o mesmo equipamento seja utilizado em Faria Lemos para quebrar a pedra.

Leia também:
18 famílias estão desabrigadas em função da cheia do Rio Caí

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros