É preciso redobrar os cuidados ao trafegar na ERS-452, em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Vila Cristina07/11/2019 | 17h36Atualizada em 07/11/2019 | 19h05

É preciso redobrar os cuidados ao trafegar na ERS-452, em Caxias do Sul

A situação fica ainda mais complicada porque uma lagoa ameaça romper no Km 26, em Nova Palmira

É preciso redobrar os cuidados ao trafegar na ERS-452, em Caxias do Sul Luiz Bonatto/divulgação
É preciso redobrar os cuidados ao trafegar na ERS-452 Foto: Luiz Bonatto / divulgação

É preciso redobrar os cuidados ao trafegar na ERS-452, na região de Vila Cristina, em Caxias do Sul. O trecho está problemático no Km 27, pouco depois de uma ponte sobre o Arroio Belo, no sentido Caxias-Vale Real. O trecho tem muitos buracos e, na tarde desta quinta-feira (7), havia água acumulada no asfalto, o que força desvio de carros na própria pista, aumentando o risco de acidentes. A situação fica ainda mais complicada porque no Km 26, em Nova Palmira, existe uma lagoa artificial que está quase transbordando sobre a rodovia. 

A lagoa já rompeu três vezes desde o dia 11 de outubro, provocando estragos num hotel-fazenda das proximidades. O represamento fica às margens da 452, no lado direito da pista, sentido Vila Cristina-Vale Real. 

Leia mais
Acidente com caminhonete atrasa início da limpeza da ERS-122, em Farroupilha
Limpeza da ERS-122 começa, mas não há previsão de liberação parcial do trânsito

O acúmulo é provocado pelo entupimento de bueiros. Desta vez, segundo o administrador do hotel, Luiz Bonatto, a lagoa está ainda mais cheia por causa da chuva incessante.

Acidente com caminhonete atrasa início da limpeza da ERS-122, em Farroupilha
Limpeza da ERS-122 começa, mas não há previsão de liberação parcial do trânsito 

Por estar parte na faixa de domínio da estrada, a limpeza do bueiro caberia ao Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). A autarquia, porém, não reconhece o ponto como uma área de sua responsabilidade.  O Ministério Público (MP) abriu inquérito para apurar responsabilidades, mas o caso ainda está longe de ter uma solução. Bonatto reforça o alerta:

— A água está quase na faixa e corre o risco de estourar a qualquer momento.

Leia também
18 famílias estão desabrigadas em função da cheia do Rio Caí
Nova Bassano decreta situação de emergência após fortes chuvas

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros