Acidente com caminhonete atrasa início da limpeza da ERS-122, em Farroupilha - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Não viu barreira06/11/2019 | 10h41Atualizada em 06/11/2019 | 14h33

Acidente com caminhonete atrasa início da limpeza da ERS-122, em Farroupilha

Equipe contratada pelo Daer chegou ao local às 8h, mas trabalho só teve início perto das 10h

Acidente com caminhonete atrasa início da limpeza da ERS-122, em Farroupilha Greici Matos/Agencia RBS
Coisão ocorreu por volta da meia-noite Foto: Greici Matos / Agencia RBS

A colisão de uma Amarok contra a barreira que interrompe a ERS-122 no km 46, em Farroupilha, atrasou o início do trabalho de remoção das pedras na manhã desta quarta-feira (6). O acidente ocorreu por volta da meia-noite e o condutor, que estava sozinho no veículo, não se feriu.

A equipe da empresa Encopav, contratada pelo Daer para a manutenção da rodovia e responsável pela remoção das pedras, chegou ao ponto do desmoronamento por volta das 8h. O trabalho,  no entanto, só pôde começar pouco antes das 10h, quando o guincho chegou para remover o veículo.

Leia mais
Trabalho para liberação da ERS-122 é retomado na manhã desta quarta na Serra
Governo libera R$ 1 milhão para obra no trecho onde houve deslizamento na ERS-122
ERS-122, em Farroupilha, segue bloqueada: confira rotas alternativas

— Como vamos retirar o material (do leito da via) para poder passar?, questionava o Diretor de Operação Rodoviária do DAER, Sandro Wagner, quando a Amarok ainda estava em meio às pedras. 

Motorista fura bloqueio na ERS-122 e colide contra árvores e rochas que caíram sobre a rodovia
Motorista afirmou que não havia placa e o trecho tinha neblina no momento da colisãoFoto: Greice Matos / Agencia RBS

O condutor da caminhonete, de 49 anos, disse que seguia de São Sebastião do Caí para Caxias do Sul e disse não saber que a estrada estava bloqueada. 

— Os cones estavam do lado da pista e não havia placa. Poderiam ter colocado galhos também. Naquela hora, também tinha neblina — disse o homem, que preferiu não se identificar.

Wagner, porém, disse que a rodovia estava sinalizada com cone e fita para impedir a passagem e, mesmo assim, o homem seguiu adiante. Segundo ele, policiais do Grupo Rodoviário de Bom Princípio tentaram alertá-lo, sem sucesso.

O trabalho começou com a remoção de árvores e pedras menores que caíram sobre a pista. Ao longo do dia, um martelete hidráulico será utilizado para quebrar pedras que ameaçam cair da encosta para, então, remover as pedras que já deslizaram. A expectativa é de que, até o fim do dia, uma das pistas esteja liberada.

Leia também
18 famílias estão desabrigadas em função da cheia do Rio Caí
Nova Bassano decreta situação de emergência após fortes chuvas
Estudantes caxienses representarão o Brasil em evento científico

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros