Prioridade do Governo Federal é a construção do Aeroporto de Vila Oliva, diz Secretário Nacional de Aviação Civil - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Infraestrutura29/10/2019 | 13h13Atualizada em 29/10/2019 | 13h13

Prioridade do Governo Federal é a construção do Aeroporto de Vila Oliva, diz Secretário Nacional de Aviação Civil

Rônei Saggioro Glanzmann concedeu entrevista à Rádio Gaúcha Serra na manhã desta terça-feira (29)

Prioridade do Governo Federal é a construção do Aeroporto de Vila Oliva, diz Secretário Nacional de Aviação Civil Seplan/Divulgação
Construção do aeroporto de Vila Oliva, em Caxias, terá duração prevista de três anos Foto: Seplan / Divulgação

O secretário nacional de Aviação Civil, Rônei Saggioro Glanzmann, disse durante entrevista à Rádio Gaúcha Serra, na manhã desta terça-feira (29), que o objetivo principal do Governo Federal é dar início das obras do novo Aeroporto de Vila Oliva. Conforme Glanzmann, o empreendimento deve ser construído ao longo dos próximos três anos e meio com a liberação, em diferentes períodos, dos então quase R$ 200 milhões destinados ao empreendimento por meio do fundo da aviação civil.

Leia mais  
Apresentado Anteprojeto do Aeroporto regional da Serra Gaúcha  
Construção do aeroporto de Vila Oliva, em Caxias, terá duração prevista de três anos
Além de Caxias, Gramado também planeja melhorias na estrada que liga o município a Vila Oliva 

O secretário reconheceu que uma outorga foi direcionada ao município de Canela, na região das Hortênsias, para que na cidade seja construído um aeroporto, entretanto, por conta de financiamento privado e não público. Para o titular da pasta, o importante neste momento é saber que Vila Oliva é a referência diante dos inúmeros estudos já realizados no local.

— Nós já estamos trabalhando nesse processo há bastante tempo. O Aeroporto de Vila Oliva é resultado de um trabalho em cima do  atual aeroporto Hugo Cantergiani de Caxias do Sul. Nós identificamos grandes dificuldades para a expansão daquela infraestrutura. A partir daí, deu-se início a um processo de escolha do novo sítio, execução de projetos básicos, estudos de viabilidade. Disso resulta o projeto do Aeroporto de Vila Oliva. Não há nenhum impedimento de se ter um aeroporto a 30 km de distância, como é o caso do projeto do Aeroporto das Hortênsias. Porém, de fato, não nos parece muito racional termos dois empreendimentos em distâncias tão curtas. Mas, o Governo Federal não pode impedir os municípios de tomarem suas iniciativas— explica.  

Conforme Glanzmann, não existe como prever quando as primeiras aeronaves estarão utilizando o novo Aeroporto de Vila Oliva. Entretanto, ele salienta que o governo federal, o Estado e o município estão juntando forças para que o sonho vire realidade. Durante a entrevista, o Secretário Nacional de Aviação Civil também recordou da defesa do Estado em possibilitar que o Aeroporto Regional Hugo Cantergiani possa receber investimentos da iniciativa privada. Disse que nesse sentido é preciso cuidado em relação ao tempo da então concessão.

— É importante, de fato, não criar na população a expectativa de que o aeroporto vai estar pronto no ano que vem. Não vai. É uma obra que vai demorar de três a três anos e meio. Nesse período, é natural que se tomem iniciativas para viabilizar o que seja possível. Falar de uma concessão do Hugo Cantergiani é viável sim. Mas, a concessão teria de ser de curto prazo, não ultrapassando cinco anos para que ao fim dessa concessão já possamos ter um novo aeroporto operando. Aí teremos um novo operador nesse aeroporto.

No último dia 22 de outubro, o secretário despachou em Brasília, com a presença do secretário municipal de planejamento de Caxias do Sul, a garantia do empenho de R$ 3 milhões para a elaboração do projeto definitivo do novo Aeroporto de Vila Oliva. Neste momento o assunto segue os caminhos e tramites administrativos conduzidos também pela Prefeitura de Caxias do Sul.     

Confira a entrevista do secretário nacional de Aviação Civil, Rônei Saggioro Glanzmann, na integra: 

Leia também
VÍDEO: formação de nuvens impressiona na Serra
Acidente entre caminhões e moto bloqueia ERS-122 em Ipê

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros