Farroupilha lança plataforma online que informa atividades escolares de alunos da rede pública  - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Educação23/10/2019 | 13h20Atualizada em 23/10/2019 | 13h20

Farroupilha lança plataforma online que informa atividades escolares de alunos da rede pública 

Responsáveis podem acessar o Portal Escola por meio de login e senha disponibilizados no ato da matrícula

Farroupilha lança plataforma online que informa atividades escolares de alunos da rede pública  Ronald Mendes/Agencia RBS
Foto: Ronald Mendes / Agencia RBS

A Secretaria de Educação de Farroupilha lançou uma plataforma que possibilita que os responsáveis acompanhem o desenvolvimento dos alunos da rede municipal. O Portal Escola informa notas, frequência, passeios e trabalhos. O objetivo é proporcionar mais uma ferramenta para os pais ficarem a par da rotina escolar dos estudantes.  

Leia mais:
Ministério da Educação libera R$ 11,3 milhões para instituto que tem campi na Serra

Conforme a pasta, o sistema foi implementado há cerca de três meses. Quando matriculam os alunos, os responsáveis recebem os dados de login para utilizar a ferramenta, por meio do site EVN. De acordo com a Secretaria de Educação, o recurso é oriundo de um sistema implantado pela prefeitura há cerca de dois anos.

— Primeiro, precisávamos alimentá-lo com informações. Então, as escolas ainda estão liberando os recursos, para que a ferramenta funcione como uma agenda. Apenas os pais e professores têm acesso ao sistema, porque uma das nossas preocupações era não deixar as informações pessoais dos alunos públicas na internet — explica Cassio Henz, responsável pelo departamento pedagógico da pasta.

Os responsáveis também podem utilizar o Portal Escola para informar a rede de ensino sobre doenças, plano médico e contatos familiares, em caso de emergências. O boletim escolar também estará disponível no Portal Escola, mas meses depois da entrega física:

— O boletim também vai estar disponível lá, mas vai ser colocado mais tarde. Por exemplo, agora que estamos disponibilizando os pareceres do primeiro semestre. Isso porque achamos que é de suma importância a presença dos pais na escola, conversando com os professores sobre o desenvolvimento dos estudantes — explica.

O sistema EVN é oriundo de Joinville, em Santa Catarina, e também é alimentado de forma interna. Ou seja, os professores realizam a chamada na sala de aula e, instantaneamente, ela já aparece no portal, para que os responsáveis tenham acesso à frequência dos estudantes. Isso também ocorre em relação a agendamento de provas e trabalhos. 

Leia também:
Transferência de detentos para novo presídio de Bento Gonçalves deverá ser concluída na próxima semana
Familiares e amigos procuram por idoso desaparecido em Serafina Corrêa
Continuidade da atual diretoria executiva do Juventude será discutida em assembleia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros