Farroupilha ganhará mais vagas de estacionamento rotativo - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Trânsito01/10/2019 | 14h04Atualizada em 01/10/2019 | 14h04

Farroupilha ganhará mais vagas de estacionamento rotativo

Novo contrato também prevê uso de ferramentas tecnológicas para a operação do serviço

Farroupilha ganhará mais vagas de estacionamento rotativo Leonardo Portella/Divulgação
Foto: Leonardo Portella / Divulgação

As ruas da área central de Farroupilha vão ganhar cerca de 280 novas vagas de estacionamento rotativo, passando das cerca de 450 atualmente para 730. As vias que vão receber a cobrança ficam no entorno das que já contam com a zona azul.

Conforme o secretário de Desenvolvimento Urbano, Infraestrutura e Trânsito de Farroupilha, Gilberto do Amarante, a ampliação do estacionamento rotativo é uma demanda do comércio, que tem apontado falta de rotatividade nas vagas gratuitas.

— As pessoas vêm de manhã, estacionam o veículo e não tem mais circulação de pessoas no resto do dia nesses locais — explica Amarante.

As novas vagas serão implantadas por meio de um novo contrato entre o município e uma concessionária que será selecionada para explorar o serviço. Como o contrato atual terminou, a nova licitação já foi lançada e as propostas serão conhecidas dentro de um mês. 

Além da ampliação das vagas, entre as exigências do edital está a disponibilização de ferramentas tecnológicas para a operação do serviço. Uma delas é um cartão que poderá ser recarregado com créditos para o pagamento, mas também há a possibilidade de criação de um aplicativo, para pagamento via internet. 

—Hoje não temos nada de tecnologia, nenhum outro dispositivo (que não o parquímetro). Está se implantando um sistema que facilite a vida do cidadão — afirma o secretário.

A nova concessionária também deverá contar com um carro equipado com câmeras capazes de reconhecer placas de veículos. O objetivo é identificar infratores.

Parte do valor arrecadado com as vagas deverá ser destinado ao município. O percentual depende das propostas de cada uma das candidatas e será critério para a seleção: vence a concorrência que oferecer à prefeitura o maior percentual.

A projeção do edital é que durante os 10 anos de vigência do contrato, a concessionária fature cerca de R$ 11,5 milhões. Descontadas as despesas, o município poderia ficar com cerca de R$ 2,3 milhões, caso o percentual de repasse seja de 20%. A tarifa prevista é R$ 1 para 30 minutos. 

Leia também
Municípios da Serra abrem programações do Outubro Rosa
Negociação do valor da corrida e fim da exigência de jornada: vereadores aprovam nova lei para o serviço de táxi em Caxias
Caxias vai centralizar registro online para obtenção de alvará dos bombeiros na Serra

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros