Dona de casa encontra e devolve carteira com R$ 450 em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Empatia08/10/2019 | 20h05Atualizada em 08/10/2019 | 20h05

Dona de casa encontra e devolve carteira com R$ 450 em Caxias do Sul

Fato ocorreu na tarde desta terça-feira na área central da cidade

Dona de casa encontra e devolve carteira com R$ 450 em Caxias do Sul Lizie Antonello / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Lizie Antonello / Agência RBS / Agência RBS

Um fato que deveria ser prática rotineira, algo comum, acabou chamando a atenção na tarde desta terça-feira em Caxias do Sul. A dona de casa Suzana de Lourdes Ribeiro Lopes, 57 anos, foi ao Samae, na sede que fica na Rua Pinheiro Machado, pegar segunda via da conta de água, pouco antes das 17h, quando deparou com uma carteira no chão. Sem saber o que fazer com o objeto, ela juntou e contatou a reportagem, que foi ao encontro de Suzana na Praça Dante Alighieri.

Dentro da carteira havia documento de identidade de Norma Lourdes Lanfredi Schiochet, 81 anos, cartão de banco e do SUS, título de eleitor e R$ 452. Policiais militares que estavam fazendo policiamento na praça conseguiram identificar um dos filhos da dona do objeto, Zenoir Antonio Schiochet, 58. Por meio do registro da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) dele, os policiais descobriram o número do telefone celular. Após contato telefônico, ele foi à praça e recuperou a carteira, mediante apresentação de documento que comprovou a filiação.

– Não tinha endereço; o banco (do cartão que havia na carteira) já estava fechado. Só quis assegurar que a pessoa recebesse o seu dinheiro de volta – declarou Suzana.

Os soldados da Brigada Militar Marcos Machado, 23, Dalmiro de Almeida Lopes, 26, e Giovanni Garcia, 26, ficaram surpresos com a atitude da dona de casa, que recebeu elogios dos policiais.

– Que bom se mais pessoas tivessem atitudes como a sua – disse o soldado Machado.

O ato de honestidade também causou espanto ao filho da dona da carteira, que agradeceu Suzana com uma nota de R$ 100. Feliz da vida, a dona de casa seguiu seu caminho, torcendo para que a ação – espontânea para ela – possa contagiar outras pessoas a fazerem o bem.

Leia também:
Caso Magnabosco estará em pauta pela sexta vez no STJ nesta quarta-feira
Ministro Osmar Terra volta a reforçar apoio às comunidades terapêuticas como saída para enfrentar o crack


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros