Chuva e vento provocam estragos em cidades da Serra - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Instabilidade30/10/2019 | 17h37Atualizada em 30/10/2019 | 20h26

Chuva e vento provocam estragos em cidades da Serra

Não há registro de desabrigados, mas houve destelhamentos e quedas de árvores. Em algumas cidades, houve queda de de granizo e falta de luz

Chuva e vento provocam estragos em cidades da Serra Defesa Civil de Gramado / divulgação/divulgação
Gramado registrou destelhamento em moradias Foto: Defesa Civil de Gramado / divulgação / divulgação
Pioneiro
Pioneiro

O vento forte causou danos em três casas em Nova Bassano por volta das 16h desta quarta-feira (30). Uma delas teve o telhado arrancado, conforme o vice-prefeito da cidade, João Paulo Maroso. As condições climáticas também causaram prejuízos em outras cidades.

Em Nova Petrópolis, os bombeiros atuam na remoção de árvores e postes de energia que caíram. Conforme o bombeiro voluntário Rafael Rasche, foram registradas 11 ocorrências no total. Numa só rua, caíram quatro postes. A princípio, não houve danos em moradias. Os chamados foram atendidos nos bairros Pousada das Neves, Vale Verde e Fazenda Pirajá, além de pontos na BR-116 ou ERS-235.

x
Nova Petrópolis teve queda de árvores e postes em diversos pontosFoto: Bombeiros de Nova Petrópolis / divulgação

Em Nova Prata e Veranópolis, houve queda de granizo mais cedo, mas sem danos informados até agora. Já em Garibaldi, um árvore caiu na RSC-453, próximo ao pedágio, no sentido Boa Vista do Sul.

Em Bento Gonçalves, houve um deslizamento de pedras no Km 218 da BR-470. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a pista ficou parcialmente interrompida, mas foi liberada por volta das 18h.

Em Gramado, os bombeiros registraram 10 quedas de árvores, sendo que três casas foram atingidas e as demais caíram em via pública. Houve também dois destelhamentos. 

Canela também teve prejuízos. Os bombeiros contabilizaram 12 quedas de árvores, entre cinco e 10 casas destelhadas e queda de fiação. A orientação é para que os moradores prejudicados retirem lonas na sede da corporação na Avenida do Lago, 466, no bairro Palace Hotel.

Em Caxias do Sul, os bombeiros realizaram diversos cortes de árvores e interditaram uma moradia no loteamento Nossa Senhora de Caravaggio, zona sul da cidade, devido ao risco de deslizamento de terra.

A previsão é de tempo instável na Serra também na quinta-feira (31).

Falta de luz

A RGE informou que novas regiões da área de cobertura foram afetadas nesta quarta-feira, principalmente na Serra. Até as 18h45min desta quarta-feira (3o), a companhia tinha 94 mil sem luz. A expectativa é de que a maioria tenha energia restabelecida já nas próximas horas. Conforme a empresa, as equipes permanecem em estado de alerta e com contingente máximo, em função da previsão de novos temporais e da chuva.

A RGE ressalta que ninguém deve se aproximar de fios ou qualquer outro componente da rede elétrica que esteja caído. A orientação é para que a distribuidora de energia seja acionada o quanto antes pelos seguintes canais:
:: Por SMS grátis para o número 27350 com o código do cliente (disponível na conta de energia).

:: Pelo aplicativo CPFL Energia (disponível gratuitamente para download em celulares e tablets).

::  Pelo site rge-rs.com.br 

Leia também
Alagamento causa transtornos para três famílias no bairro Cruzeiro, em Caxias do Sul
Nuvens carregadas escurecem o centro de Caxias do Sul nesta quarta-feira 
Duas pessoas ficam feridas após árvore cair sobre carro na BR-116 em Caxias

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros