Morre em Caxias do Sul padre Roque Grazziotin - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Luto22/09/2019 | 20h19Atualizada em 23/09/2019 | 18h48

Morre em Caxias do Sul padre Roque Grazziotin

 O religioso havia sofrido um AVC em dezembro de 2016

Morre em Caxias do Sul padre Roque Grazziotin Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Morreu na noite deste domingo (22), aos 73 anos, padre Roque Grazziotin. Ele estava na Casa do Padre, em Caxias do Sul, onde ficam religiosos que precisam de cuidados especiais. Roque sofreu acidente vascular cerebral (AVC), no Natal de 2016 e desde então tinha dificuldade para falar e se locomover. 

Padre Roque era natural de Antônio Prado. Aos 11 anos, foi para o Seminário Nossa Senhora Aparecida, em Caxias do Sul. Em 1964, foi para o Seminário Maior de Viamão, para estudar Filosofia pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel). Neste período, se aproximou da Juventude Universitária Católica (JUC) e da Juventude Operária Católica (JOC). 

De volta à Serra, organizou, em 1978, a primeira Romaria dos Motociclistas do Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, de Farroupilha. Em 1984, padre Roque ajudou a oficializar o Centro de Direitos Humanos de Caxias do Sul e em 1986, o movimento Nacional de Direitos Humanos, do qual foi membro da diretoria executiva nacional e conselheiro nacional. 

Na década de 1980, ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores (PT) e concorreu a prefeito de Caxias pela sigla em 1988. Dez anos depois, foi eleito deputado estadual. 

O corpo de padre Roque Grazziotin será velado no Memorial São José a partir de 21h30min deste domingo. Haverá missa de corpo presente nesta segunda-feira, às 15h30min, na Igreja Santa Catarina. Após, cerimônia de despedida no crematório. 

Leia também
Ministério do Turismo fiscaliza hotéis e pousadas em Gramado e Canela
Caxiense Ale Ruaro lança segunda-feira o livro São Paulo S.M.
Início da primavera motiva o plantio de flores e hortaliças em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca