Com histórias e fotos de cães abandonados, campanha quer incentivar adoções em Caxias  - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Adote 11/09/2019 | 13h32Atualizada em 11/09/2019 | 16h13

Com histórias e fotos de cães abandonados, campanha quer incentivar adoções em Caxias 

Saiba como adotar animais que estão no Canil Municipal

Com histórias e fotos de cães abandonados, campanha quer incentivar adoções em Caxias  Arquivo Pessoal/Divulgação
Vídeo da campanha é "estrelado" pelos próprios animais que vivem no Canil Municipal Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

"Somos todos por eles" é o lema da campanha que uniu um grupo de pessoas preocupadas em mudar a vida dos cães e gatos que vivem no Canil Municipal de Caxias do Sul. Muitas vezes, a comunidade não vai até o canil ou desconhece a realidade em que vivem os animais, longe do convívio e carinho de uma família. Assim, os bichos não têm a chance de ser adotados e encontrar um novo lar. Pensando no bem-estar deles, diversas ações têm sido lançadas para que os animais tenham a chance de ter uma família.

Leia mais
Centro de Amparo Animal de Farroupilha está com lotação máxima há oito meses
Saiba mais sobre o novo integrante da Calçada da Fauna, em Gramado
Com atendimento de animais de pequeno e grande porte, Faculdade Murialdo inaugura Centro Veterinário em Caxias

A divulgação começou com os cães idosos que são considerados "inadotáveis", ou seja, não têm o perfil dos procurados pelas famílias - que, geralmente, são filhotes ou cães mais jovens e de porte pequeno ou médio. Com histórias, textos e fotos, a ideia é sensibilizar a comunidade e mostrar o quanto cada cão e gato é especial. 

A campanha tem tocado o coração das pessoas e, até o momento, 67 animais encontraram uma família ou estão em lar temporário até serem doados. Os cães, sem raça definida, de porte médio e grande, também estão entre os mais difíceis de serem doados. As fotos e textos emocionam e sensibilizam as pessoas a ver os animais com o coração, e a que abram suas casas para  mudar um destino e salvar uma vida.

Vídeo é "estrelado" pelos próprios animais que vivem no Canil Municipal

Para divulgar a campanha, também foi produzido um vídeo que reproduz uma das formas de abandono de animais, que é um dos maiores problemas enfrentados pela proteção animal. A ideia é mostrar que não há animais de rua, mas sim cães e gatos que foram descartados pelos donos como móveis velhos e são deixados nas ruas da cidade, nas casas onde moravam ou em abrigos. 

Nas imagens, uma família que está se mudando coloca a cachorrinha, assustada, dentro de um caminhão, e a leva para o Canil Municipal. Lá, ela é deixada amarrada no portão. A cachorra é resgatada por uma das funcionárias, e o vídeo mostra que, 15 anos depois, a mesma cachorrinha está no abrigo, sem que tenha voltado a conviver com uma família. As imagens mostram ainda animais que estão no canil à espera de adoção.

Veja:

Saiba como ajudar

Uma das maneiras da ajudar os cães e gatos é se tornar tutor do animal e mantê-lo em um lar temporário até que seja adotado. O tutor é responsável pelo cuidado com o animal e também pode ajudar na divulgação dos bichos para adoção. O que muda nessa situação é que, ao sair do canil, os animais são vistos por conta das postagens mais frequentes em redes sociais, e podem ser visitados nos lares. Isso é importante para facilitar a adoção já que, no abrigo, muitos deles passam a vida toda no local, sem ser adotados. Atualmente, há cerca de 800 cães e 40 gatos à espera de um lar.

Confira na galeria alguns deles:

Adote ou seja tutor

Se você quer adotar ou manter um dos animais em lar temporário até que seja adotado pode entrar em contato com os seguintes contatos:

54 99950-7217
54 9 8105-7761
54 9 9157-0654
54 9 9250-3923
54 99250-3923

Situação do canil

Em junho deste ano, a situação do canil e a divulgação de um caso de leptospirose em um funcionário desencadeou uma série de vistorias por parte do Ministério do Trabalho e Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara de Vereadores no local. Um mês depois, a prefeitura realizou desratização nas dependências e vacinação de cães e dos funcionários. Também foram feitas melhorias nas redes hidráulica e elétrica e manutenção da estrutura.

Centro de Bem Estar Animal

O Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) de Caxias do Sul aprovou, em julho, a destinação de R$ 3 milhões para construção do Centro de Bem-Estar Animal no município. O valor vem do Fundo Municipal do Meio Ambiente (Fundema), gerido pelo conselho, e é parte do montante necessário para a obra - R$ 4,3 milhões - que será complementado com recursos do caixa livre da prefeitura. O espaço é projetado para atender até 1,5 mil animais em situação de maus-tratos na cidade e será erguido no mesmo terreno onde, atualmente, fica o Canil Municipal.

Leia também
Prefeitura de Bento Gonçalves suspende licitação para construção de túnel na BR-470
Mega Sena acumula e pode pagar R$ 90 milhões nesta quarta-feira
Salões de beleza de Caxias serão obrigados a divulgar proibição do uso de formol

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros