Com formatura de 150 novos bombeiros no Estado, corporação deve ter reforço na Serra - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Aumento no efetivo10/09/2019 | 12h22Atualizada em 10/09/2019 | 12h22

Com formatura de 150 novos bombeiros no Estado, corporação deve ter reforço na Serra

Eles irão escolher a área em que pretendem atuar de acordo com a classificação obtida no curso de formação

Com formatura de 150 novos bombeiros no Estado, corporação deve ter reforço na Serra Roni Rigon/Agencia RBS
28 alunos realizaram curso de capacitação no Centro de Treinamento de Bombeiros da Serra Gaúcha, em Bento Gonçalves Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A partir das próximas semanas, os doze batalhões do Corpo de Bombeiros distribuídos no Rio Grande do Sul irão contar com 150 novos soldados. Após a cerimônia de formatura, que ocorre às 14h desta terça-feira (10) no Ginásio do Gigantinho, em Porto Alegre, os novos soldados irão selecionar as cidades em que pretendem atuar, levando em conta a necessidade de cada área. Os melhores colocados nos cursos de formação serão os primeiros a escolher a cidade para trabalhar.  

O curso aconteceu ao longo dos últimos sete meses em diversos batalhões no território gaúcho. Nesse período, os alunos passaram por testes de aptidão física, utilização de equipamentos, primeiros socorros e outras atividades relacionadas à função. 

Segundo o comandante do 5º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), Julimar Fortes Pinheiro, embora a designação dos soldados não esteja definida, uma parcela significativa de bombeiros recém-formados deverá atuar em Caxias do Sul e outras cidades da Serra.  Entre os novos bombeiros, 28 realizaram o curso no Centro de Treinamentos de Bombeiros da Serra Gaúcha, em Bento Gonçalves.

De acordo com o comandante, os novos bombeiros devem, em sua maioria, trabalhar no interior dos quarteis, com o propósito de reforçar o novo sistema online que vai entrar em operação até o final do ano para o registro e acompanhamento de prevenção de incêndios.    

— Eles vão compor as equipes de divisão de segurança dos batalhões e chegam para suprir o sistema online de licenciamento do Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI). Esse sistema que está sendo gestado vai entrar em operação junto a todos os comandos e vai trazer maior agilidade para esses processos — destaca Fortes.  

Leia também
Ações marcam mês destinado ao combate do câncer infanto-juvenil em Bento Gonçalves
Com 32ºC, Caxias do Sul tem a temperatura mais alta no inverno nos últimos 10 anos
Três projetos indicados pelo Corede-Serra receberão recursos 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros