Caxias terá programa para identificar pacientes com câncer de pulmão antes do aparecimento de sintomas - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Saúde pública12/09/2019 | 17h07Atualizada em 12/09/2019 | 17h14

Caxias terá programa para identificar pacientes com câncer de pulmão antes do aparecimento de sintomas

Estimativa é que projeto inicie em novembro

Caxias terá programa para identificar pacientes com câncer de pulmão antes do aparecimento de sintomas Mateus Bruxel/Agencia RBS
Rastreamento será feito em pacientes com idade de 50 a 75 anos, com histórico de tabagismo Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Médicos que atuam na rede pública de saúde de Caxias do Sul vão passar por capacitação nos próximos meses para que o município comece a oferecer a pacientes o rastreio do câncer de pulmão. O lançamento do Projeto de Avaliação Integral de Saúde Torácica, que será desenvolvido em parceria da Secretaria da Saúde com o Hospital Geral (HG), ocorreu nesta semana. A iniciativa será voltada ao diagnóstico de usuários do SUS com risco elevado de câncer de pulmão. O objetivo é identificar a doença antes do aparecimento dos sintomas.  

O rastreamento será feito em pacientes com idade de 50 a 75 anos, com histórico de tabagismo de pelo menos 30 anos com consumo de um maço de cigarros e por três anos consecutivos. Esse rastreio ocorrerá por meio dos atendimentos em postos de saúde e no Centro Especializado de Saúde (CES).

Para quem tiver as características do público-alvo, os médicos passarão a solicitar uma avaliação da equipe do Ambulatório de Cirurgia Torácica, que funciona no HG. Quando houver indicação, os pacientes serão submetidos à Tomografia Computadorizada de Tórax com Baixa Dose de Radiação (TCBD). O exame equivale à mamografia, usada para rastreio do câncer de mama na população feminina. Conforme o cirurgião torácico Darcy Ribeiro Pinto Filho, a TCBD permite a identificação de lesões pré-cancerosas.

De acordo com diretora de Políticas e Programas de Saúde, Léia Muniz, a previsão é que o projeto inicie em novembro. Até lá, ocorrerá a capacitação dos médicos. Segundo a diretora da Atenção Básica, Adriane Borella, estatísticas com Ministério da Saúde apontam que Caxias do Sul terá 400 novos casos de câncer de pulmão em 2020. 

Leia também
Comércio em Caxias do Sul poderá abrir no feriado de Vinte de Setembro
Suspeito de ter matado mulher a facadas está preso em Caxias do Sul
Acidente entre carro e carreta deixa motorista em estado grave na BR-116, em Vacaria

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros