Saiba mais sobre o novo integrante da Calçada da Fauna, em Gramado  - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Fofura 20/08/2019 | 10h00Atualizada em 20/08/2019 | 10h00

Saiba mais sobre o novo integrante da Calçada da Fauna, em Gramado 

Mão-pelada deixou sua marca no espaço do Gramadozoo 

Saiba mais sobre o novo integrante da Calçada da Fauna, em Gramado  Halder Ramos  / Gramadozoo /Gramadozoo
Animal foi o homenageado na última semana Foto: Halder Ramos / Gramadozoo / Gramadozoo

É época de Festival de Cinema, em Gramado, mas outras iniciativas também ganham destaque na cidade. A Calçada da Fauna do Gramadozoo ganhou um novo integrante na última semana: a pegada do mão-pelada. Além dele, outras 16 espécies da fauna brasileira estão na galeria. 

Na calçada ainda estão a pegada de graxaim-do-mato, do filhote de bugio, do bugio adulto, do jabuti, da onça-pintada, da ema, do lobo-guará, da puma, do jacaré, do veado-catingueiro, da irara, da coruja-jacurutu, da queixada, do cervo-do-pantanal, do macaco-prego e da anta.

A bióloga Tatiane Nunes explica que todos os anos, durante o Festival de Cinema, um animal é escolhido para ser homenageado no Gramadozoo:

— O projeto é uma ferramenta para o nosso trabalho de educação ambiental. Com a Calçada da Fauna, o visitante consegue ver a diferença entre a pegada de cada animal. A Calçada da Fauna também busca a valorização da biodiversidade brasileira. 

Além de estar na exposição, o mão-pelada ganhou sua versão em pelúcia na coleção Bichos do Brasil Foto: Halder Ramos / Gramadozoo

Além de estar na Calçada, o mão-pelada ganhou sua versão em pelúcia na coleção Bichos do Brasil (veja a foto acima). Nesta iniciativa, parte da renda arrecadada com a comercialização dos bichinhos, à venda no Gramadozoo, é destinada para instituições e organizações não-governamentais de apoio aos animais.

O animal chegou ao Gramadozoo em fevereiro de 2019. Antes disso, o animal foi resgatado e cuidado pela equipe do Centro de Triagem do Ibama, em Porto Alegre. O mão-pelada, que também é chamado de guaxinim. De acordo com o veterinário Renan Alves Stadler, o macho adulto teria sido vítima de caça. Depois de se recuperado, o bicho foi criado desde pequeno na associação. 

 Stadler explica que o mão-pelada é um mamífero carnívoro da família dos procionídeos. 

— Ele utiliza bastante as mãos para se alimentar. Os pelos são mais curtos na região das patas. É um animal que sofre preconceito por comer galinhas, mas é importante destacar que quem invade o habitat da espécie somos nós, os humanos. 

 Leia também:
Falta de oxigênio na água é provável causa da morte de peixes em represa de Caxias
Após contaminação de funcionário por leptospirose, prefeitura intensifica desratização do Canil Municipal, em Caxias  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros