Aprovados R$ 3 milhões para construção do centro de bem-estar animal em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Ambiente09/08/2019 | 11h26Atualizada em 09/08/2019 | 11h26

Aprovados R$ 3 milhões para construção do centro de bem-estar animal em Caxias

Verba do Fundo do Meio Ambiente é parte do montante que será complementado pela prefeitura

Aprovados R$ 3 milhões para construção do centro de bem-estar animal em Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Centro será erguido no terreno do atual Canil Municipal, que passou por vistorias no último mês e recebeu melhorias Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) de Caxias do Sul aprovou, por unanimidade, na última quarta-feira, a destinação de R$ 3 milhões para construção do Centro de Bem-Estar Animal no município. O valor vem do Fundo Municipal do Meio Ambiente (Fundema), gerido pelo conselho, e é parte do montante necessário para a obra – R$ 4,3 milhões – que será complementado com recursos do caixa livre da prefeitura.

– A construção do centro é um novo marco na proteção animal em Caxias. Mas, não é um ato isolado. Os programas (de castrações, adoção e não abandono) iniciaram a partir de 2017 e estamos aprimorando nossas ações dentro de uma política pública de proteção animal – declarou a secretária de Meio Ambiente, Patrícia Rasia.

Leia mais
Vereadores e Ministério do Trabalho vistoriam canil em Caxias
Após confirmação de caso de leptospirose, Canil Municipal de Caxias pode ser interditado 
Caso de leptospirose é confirmado em Caxias do Sul
Prefeitura promove melhorias no canil municipal de Caxias

O centro de bem-estar – espaço projetado para atender até 1.500 animais em situação de maus-tratos na cidade – será erguido no mesmo terreno onde, atualmente, fica o Canil Municipal. O complexo terá 2,3 mil metros quadrados de área construída. Conforme o projeto elaborado pela Secretaria de Planejamento, apresentado no ano passado, serão oito canis de 20 baias, sendo que cada baia terá capacidade para até seis cães. Outros seis canis de 10 baias atenderão os cachorros mais bravos ou raivosos. Cada espaço terá parte coberta e outra aberta, para sol. Para os gatos, serão quatro gatis e, para os cavalos, quatro baias. O projeto ainda prevê área de isolamento para animais com suspeita de doenças contagiosas e um centro clínico, com recepção, bloco cirúrgico, consultórios e área de internação. Uma ala de apoio deverá ter refeitório, vestiário e área de descanso para os funcionários e casa de máquinas, depósito de ração e área verde. Haverá sistema de reaproveitamento da água da chuva para utilização na limpeza da estrutura. Os animais serão acolhidos, tratados e disponibilizados para a adoção responsável.

Com a liberação da verba por parte do Comdema, o projeto será encaminhado para licitação. Não há prazo para publicação do edital, mas segundo a secretária isso deve ocorrer em breve.

Em junho deste ano, a situação de precariedade do canil municipal e a divulgação de um caso de leptospirose em um funcionário desencadeou uma série de vistorias por parte do Ministério do Trabalho e Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Câmara de Vereadores ao local. Fatos mostrados pelo Pioneiro. Em julho, a prefeitura realizou desratização nas dependências e vacinação dos funcionários. Também foram feitas melhorias nas redes hidráulica e elétrica e manutenção da estrutura.

Leia também:
Em Caxias do Sul, projeto quer disponibilizar abrigos móveis a pessoas em situação de rua

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros