Visate é autuada pela prefeitura de Caxias por falta de cobradores   - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Transporte 17/07/2019 | 17h57Atualizada em 17/07/2019 | 17h57

Visate é autuada pela prefeitura de Caxias por falta de cobradores  

Empresa do transporte coletivo recebeu 11 autuações nesta semana 

Visate é autuada pela prefeitura de Caxias por falta de cobradores   Leonardo Portella  / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Leonardo Portella / Agência RBS / Agência RBS

 A Visate foi autuada pela Prefeitura de Caxias nesta semana pela ausência de cobradores em ônibus do transporte coletivo urbano. No total, 11 autuações foram repassadas para a Viação Santa Tereza.  Os fiscais da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) identificaram a operação do serviço sem o profissional em categorias de veículos onde a presença do cobrador é obrigatória.  Cada infração é calculada em R$ 111,15 e, somadas, as autuações lavradas nesta semana chegam a R$ 1.222,65. 

O ato de fiscalização começou a se intensificar após diversas reclamações da comunidade. Desde então, se constatou a ausência de cobrador em veículos de médio porte. A falta foi registada nas linhas: AL04 – Cruzeiro, AL17 – Bela Vista, AL19 – Planalto/Santos Anjos (duas vezes), AL69 - Parque das Rosas, L13 - Século XX, L25 - Galópolis (duas vezes), L40 - Jardim das Hortências, LC71 - Coletora Norte e LC72 - Coletora Sul. Os fiscais também conferiram se o selo de vistoria, aprovado no último mês, estava devidamente fixado no interior dos coletivos.

De acordo com a Lei Municipal, apenas ônibus leves do tipo midibus podem operar sem a utilização do cobrador. Esse veículo é menor que os coletivos tradicionais e possui 27 lugares, e não 39 dos normais. Nestes casos, o motorista acumula também a função de cobrador. Por fim, estes veículos realizam o serviço em linhas consideradas de baixa demanda de passageiros.

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade cobrou posição sobre a ausência de profissionais em algumas linhas há algumas semanas. Na questão, a empresa alegou problemas operacionais. Nesta semana, a pasta enviou novamente um ofício à Visate para que esclareça os motivos de voltar a permitir o serviço sem cobrador. 

A comunidade pode continuar relatando a ocorrência dos casos de irregularidade no transporte coletivo por meio do Alô, Caxias, no telefone 156.

Leia também
Polícia investiga homicídio seguido de incêndio criminoso no bairro Santa Fé em Caxias 
Detento em prisão domiciliar é flagrado com maconha e motocicleta furtada em Caxias  


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros