Saiba quem é o estudante caxiense que vai cursar engenharia aeroespacial no Canadá - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Educação no exterior22/07/2019 | 14h40Atualizada em 22/07/2019 | 14h50

Saiba quem é o estudante caxiense que vai cursar engenharia aeroespacial no Canadá

Universidade de Toronto foi uma das 15 instituições norte-americanas em que o jovem de 17 anos obteve aprovação

Saiba quem é o estudante caxiense que vai cursar engenharia aeroespacial no Canadá Porthus Junior/Agencia RBS
Foco nos estudos levou Werner Weingartner a ser aceito em uma das principais universidades do mundo Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A partir do dia 2 de setembro deste ano, a Universidade de Toronto, uma das principais instituições educacionais do Canadá - e do mundo - terá um caxiense frequentando às aulas de engenharia aeroespacial. Aos 17 anos, Werner Weingartner optou pela instituição canadense para dar sequência aos estudos relacionados às áreas de matemática, física e química, com as quais sempre se identificou.

Contando com apoio financeiro e moral dos pais, além de toda sua dedicação ao longo dos últimos anos, o jovem buscou o curso superior fora do país, tendo ainda a possibilidade de escolha diante das 15 instituições norte-americanas (dez estadunidenses e cinco canadenses) nas quais obteve aprovação.

— A situação no Brasil está complicada já faz algum tempo, não consigo imaginar a construção de algo muito inovador aqui, principalmente pela questão econômica. No exterior consegui ver que é bastante diferente, é um ambiente mais próspero para pesquisa e empreendedorismo — avalia o estudante, que experienciou o Canadá em três intercâmbios para estudar os dois idiomas oficiais do país: inglês e francês.

A proficiência nestes idiomas - e ainda no alemão - foi um dos quesitos que colaboraram para o aceite do jovem prodígio em tantas universidades renomadas da América do Norte. Mas é claro que não foi só isso. A maioria das instituições avaliaram seu desempenho escolar dos últimos quatro anos, registrado no Colégio La Salle Carmo, e atividades extracurriculares, como mostras científicas e até trabalhos voluntários. No currículo de Werner, pesaram ainda suas premiações nas Olimpíadas Brasileiras de Química, Matemática e Astronomia. 

Tudo isso foi apenas um complemento para o resultado de excelência que ele obteve na prova SAT  (sigla de Scholastic Assessment Test) que serve como critério para admissão em cursos de graduação de muitas universidades norte-americanas. A aplicação do teste ocorre no mundo inteiro, exigindo conhecimento em inglês e rapidez de raciocínio na resolução dos problemas. Um aprofundamento pode ser feito conforme a área de interesse do aluno e, no exame de matemática, Werner ficou no seleto grupo dos melhores resultados, que representa 1% de todos que fizeram a prova. De 58 questões, ele errou apenas uma.

Assim, no final de agosto, o jovem estudante embarca para uma das maiores aventuras que uma pessoa apaixonada pelos estudos e por inovação poderia ter.

— Quando comecei a pensar em carreira, a engenharia aeroespacial foi a área que mais me chamou a atenção. Me pareceu algo promissor e adequado ao meu objetivo de atuar com inovação. Vejo isso como uma oportunidade única de fazer algo que pouquíssimas pessoas fazem, deve ser muito bem aproveitada — comenta o estudante.

Além dos quatro anos de curso, Werner já planeja participar de grupos de estudos paralelos - voltados à nanotecnologia e inteligência artificial - e ingressar no programa de estágio do curso, que proporciona a experiência de um ano junto a uma empresa multinacional parceira da universidade.

Foco nas habilidades

Os médicos intensivistas Marlise Heckler e Roger Weingartner, pais de Werner, sempre incentivaram Werner a estudar o que gostava. Eles contam que foi depois da leitura de um livro chamado "As crianças mais inteligentes do mundo - e como elas chegam lá", da jornalista Amanda Ripley, que eles ressignificaram seu entendimento quanto à educação de uma forma global. Isso ocorreu há cerca de seis anos.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 18/07/2019. Caxiense Werner Weingartner, 17 anos, filho de Roger Weingartner e Marlise Heckler, foi aprovado em 10 universidades estadunidenses e cinco canadenses e vai cursar Engenharia Aeroespacial na Universidade de Toronto (CAN) a partir de setembro de 2019. (Porthus Junior/Agência RBS)
Com apoio dos pais Marlise Heckler e Roger Weingartner, o jovem estudante vai seguir os estudos em uma área com a qual se identificaFoto: Porthus Junior / Agencia RBS

— A partir dessa leitura a gente identificou que é preciso focar naquilo que a pessoa gosta e tem habilidade, e não perder energia e tempo em coisas que não vão desenvolver a pessoa — conta Marlise.

— A autora compara os sistemas educacionais em diferentes países. Aqui, se o aluno é ruim em matemática, ele vai ter matemática durante todo o ensino médio. Pegamos o que tem de ruim e ficamos martelando ao invés de desenvolver a habilidade, assim acabamos criando alunos medianos em tudo — observa o pai.

— O Werner sempre foi das exatas, a gente nunca viu nele habilidades para área médica, por exemplo. Ele vai seguir o caminho dele, dentro das habilidades dele — reforça.

Claro que o prazer pelos estudos veio do próprio filho, que não vê problema algum em passar horas de seus dias debruçado sobre cálculos e fórmulas, mesmo que isso o faça abrir mão de outras atividades mais comuns para jovens de sua idade.

— É uma questão de foco, grandes objetivos requerem grandes sacrifícios, estou dando foco em uma etapa da vida que as pessoas não dão a devida atenção, é o que vai determinar meu futuro profissional. Não é na primeira nota ruim que se desiste, tive muita insônia, vou ter muitos desafios, mas a recompensa vai ser bem grande.

ONDE WERNER FOI APROVADO

Canadá
:: Universidade de Carleton - Ottawa
:: Universidade Concórdia - Montreal
:: Universidade Ryerson - Toronto
::Universidade de Toronto
:: Universidade de Waterloo

Estados Unidos
:: Universidade Estadual da Virgínia (Virginia Tech) - Blacksburg
:: Instituto de Tecnologia da Geórgia (Georgia Tech) - Atlanta
:: Unviersidade da Califórnia - Davis
:: Universidade da Califórnia - Irvine
:: Universidade da Califórnia - San Diego
:: Universidade do Colorado - Boulder
:: Universidade de Minnesota - Twin Cities
:: Instituto Politécnico Rensselaer - Troy (Nova Iorque)
:: Universidade de Purdue - West Lafayette (Indiana)
:: Universidade do Estado de Nova Iorque (SUNY) - Albany

Leia também
História da Casa de Cultura de Nova Prata é contada em documentário
Grafiteiro retrata cenas de bairro de Caxias em cartinhas colecionáveis
Henrique Zattera faz show de lançamento de seu primeiro EP

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros