Novos buracos ampliam em R$ 170 mil o custo de conserto de estradas estaduais em Farroupilha - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Convênio com prefeitura08/07/2019 | 13h42Atualizada em 08/07/2019 | 13h42

Novos buracos ampliam em R$ 170 mil o custo de conserto de estradas estaduais em Farroupilha

Valor inicial de R$ 630 mil passou para R$ 800 mil devido a buracos não previstos inicialmente

Novos buracos ampliam em R$ 170 mil o custo de conserto de estradas estaduais em Farroupilha André Fiedler/Agência RBS
Obras começaram em 17 de maio Foto: André Fiedler / Agência RBS

O surgimento de novos buracos aumentou em cerca de R$ 170 mil o valor destinado ao conserto de estradas estaduais realizado pela prefeitura de Farroupilha. Inicialmente orçadas em R$ 633 mil, as obras, realizadas por meio de uma parceria com o governo do Estado, custarão cerca de R$ 800 mil.

Leia mais
Recuperação das estradas que passam por Farroupilha deve ser concluída em dois meses
Prefeitura de Farroupilha fará tapa-buracos nas rodovias que cortam a cidade

Conforme o secretário de Desenvolvimento Urbano, Infraestrutura e Trânsito de Farroupilha, Gilberto do Amarante, o contrato formalizado entre o município e a empreiteira responsável pelo trabalho recebeu aditivos devido a buracos que surgiram após o início dos remendos. Em outros casos, o asfalto estava tão danificado no ponto de conserto que a área recuperada foi ampliada.

— O empenho (de recursos) que tinha sido feito foi aditivado em 25%, o máximo permitido. Onde fomos passando, fomos aditivando — explica Amarante.

A recuperação começou no dia 17 de maio com conclusão prevista em dois meses. Até agora, conforme o secretário, já foram concluídos os remendos entre Caxias do Sul e Farroupilha, na ERS-122 e na RSC-453, e na Estrada dos Romeiros, no acesso a Caravaggio, próximo ao Trevo da Santa.

Nos próximos dias, estão previstas obras na RSC-453, entre Farroupilha e Bento Gonçalves, e na ERS-122, entre Farroupilha e São Vendelino. O trabalho, no entanto, depende do clima, já que a aplicação do asfalto não pode ocorrer com temperaturas muito baixas devido ao risco de prejudicar a qualidade do material.

Assim que o trabalho for concluído, a manutenção dos trechos que passam por Farroupilha voltam a ser de responsabilidade exclusiva do Daer. Como o órgão estadual tem obras pontuais previstas para a ERS-122, entre Farroupilha e São Vendelino, a prefeitura de Farroupilha ainda discute se irá realizar o conserto antes ou usará os recursos ainda disponíveis em outras frentes. As obras do Daer não têm data exata para o início, mas devem começar em breve.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros