Infrações por falta do uso do cinto de segurança crescem 177% em Caxias do Sul - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Em comparação com 201825/07/2019 | 10h14Atualizada em 25/07/2019 | 10h14

Infrações por falta do uso do cinto de segurança crescem 177% em Caxias do Sul

No primeiro primeiro semestre de 2019, mais de 770 ocorrências pela ausência do equipamento foram identificadas pela secretaria de trânsito

Infrações por falta do uso do cinto de segurança crescem 177% em Caxias do Sul Porthus Junior/Agencia RBS
Apesar do aumento no número de infrações pela não utilização do cinto de segurança, o de uso de celular ao volante diminuiu nos primeiros meses deste ano Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O primeiro semestre deste ano trouxe notícias preocupantes para a segurança de motoristas e passageiros no trânsito de Caxias do Sul. Segundo um levantamento feito pela Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), 778 autuações pela não utilização do cinto de segurança foram registradas nos primeiros seis meses _ somente no primeiro trimestre foram 431. Esse dado é 177% maior do que o registrado de janeiro a junho de 2018, quando foram registradas 281 infrações.O número de 2019 é, inclusive, maior do que o registrado em todo o ano passado, que foi de 482. O número de autuações considera as ocorrências flagradas diariamente pelos fiscais de trânsito, tanto de motoristas quanto de passageiros, no banco dianteiro ou traseiro, sem a utilização do cinto.

Leia mais
Flagrantes por excesso de velocidade quase dobram no trânsito de Caxias do Sul  
Entenda por que usar o celular no trânsito pode ser tão perigoso

O titular em exercício da SMTTM, Pedro Cogo, afirma que a pasta está trabalhando para fortalecer as orientações de segurança junto à comunidade. Ele reforça, ainda, que os condutores devem prezar pela segurança dos ocupantes do veículo e somente começar o deslocamento após todos os passageiros estarem devidamente protegidos pelo cinto. 

Obrigatório nos bancos dianteiros ou traseiros desde 1998, o cinto de segurança é considerado uma proteção vital em caso de acidentes e, conforme o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o não uso do equipamento configura infração grave, punida com cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa de R$ 195,23.

Avanço do sinal vermelho e uso do celular caem

O número de infrações pela não utilização do cinto de segurança aumentou em Caxias do Sul, mas o de uso de celular ao volante diminuiu nos primeiros meses deste ano. As infrações caíram 12% na cidade nos primeiros quatro meses de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo informações do Departamento Estadual de Trânsito(Detran-RS), de janeiro a abril do ano passado, 871 condutores foram autuados por dirigir com o aparelho na mão; neste ano, no mesmo período, foram 745, o que representa uma diminuição de 14%.

Além disso, a prática de avançar o sinal vermelho do semáforo também caiu 12% em Caxias: foram 945 infrações flagradas em 2019 contra 1.075 nos primeiros seis meses de 2018. Mesmo com os dados positivos levantados neste semestre, a SMTTM salienta que ambas as infrações ainda são motivo de alerta devido aos riscos que geram ao trânsito e a segurança dos motoristas e passageiros. 

Leia também
"Ele era muito caseiro e gostava de cozinhar", conta esposa de homem encontrado morto depois de 12 dias desaparecido em Caxias 
Após ação do Ministério Público, segunda etapa do concurso público de Garibaldi ocorre neste domingo 

nbsp;

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros