Rua do bairro Cidade Nova, em Caxias, é bloqueada para obras - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

 Drenagem e asfaltamento27/06/2019 | 11h02Atualizada em 27/06/2019 | 11h02

Rua do bairro Cidade Nova, em Caxias, é bloqueada para obras

Melhorias eram uma demanda da comunidade e das empresas do entorno

Rua do bairro Cidade Nova, em Caxias, é bloqueada para obras Leonardo Portella/Divulgação
Rua Abel Postali também será pavimentada entre a Rua Gerson Andreis e a RS-453 Foto: Leonardo Portella / Divulgação

A Rua Gerson Andreis, uma das principais do bairro Cidade Nova, em Caxias do Sul, tem bloqueio total desde a quarta-feira (26) para obras. A interrupção ocorre entre a ERS-122, junto ao acesso ao bairro Cidade Industrial, e a rua Dalton Lahn dos Reis. A via será asfaltada, mas antes terá o sistema de drenagem ampliado. O projeto inclui também parte da Rua Dr. Calixto Maximiliano Rasia e a Rua Abel Postali que, junto com a Gerson Andreis, liga a RSC-453 à ERS-122, no acesso ao bairro Cidade Industrial.

Leia mais
Lançada licitação para asfaltamento da Rua Gerson Andreis, no Cidade Nova, em Caxias
Ajustes no projeto adiam para 2019 início da pavimentação da Rua Gerson Andreis, em Caxias

Conforme o secretário de Obras, Leandro Pavan, a obra atende a uma demanda da comunidade e das indústrias do entorno. Isso porque as ruas apresentam muitos desníveis por estarem em solo instável.

— É um terreno altamente pantanoso e o paralelepípedo não firma, já que só passa caminhão. Veículos de passeio evitam passar e até para caminhão é difícil — destaca.

As características do terreno também fazem com que a água da chuva não tenha o escoamento adequado. Por isso, em dias de chuva forte, a região costuma registrar alagamentos. Para resolver o problema, uma nova rede de drenagem, com mais capacidade, será implantada. A tubulação terá cerca de 1,5 metro de diâmetro.

— Vai se resolver um problema de décadas, mas como passam duas adutoras de água e uma de gás, na maior parte ela terá que passar no meio, por isso não tem como bloquear só parte do trânsito — afirma o secretário.

Apesar dos bloqueios, Pavan afirma que as empresas não terão acesso prejudicado, já que o desvio pode ser feito por outras vias do entorno. A recomendação, inclusive, é que os motoristas utilizem a Avenida Triches, que é paralela à RSC-453.

As obras têm duração prevista de um ano, mas o secretário diz que não há como precisar o prazo de duração de cada etapa porque podem ocorrer imprevistos. Após a implantação da drenagem, os paralelepípedos retirados da via não serão repostos e uma nova base será preparada para que o pavimento tenha mais estabilidade. Ao todo, as obras estão orçadas em cerca de R$ 4,3 milhões. 

Leia também
Polícia Civil investiga grupo que comanda venda de drogas de dentro do presídio de Canela
Menino de 10 anos é atropelado e motorista foge sem prestar socorro em Caxias  
Uniforme, ônibus e cadernos são gratuitos em Pinto Bandeira, cidade que mais investe dinheiro na educação em todo o país
Saiba quais são as cidades da Serra e do RS que mais investem em educação

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros