RSC-453, na Serra, também passará por estudo para possível concessão - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Infraestrutura08/06/2019 | 12h21Atualizada em 08/06/2019 | 12h21

RSC-453, na Serra, também passará por estudo para possível concessão

Governo do Estado já confirmou levantamentos para repassar a ERS-122 para a iniciativa privada

RSC-453, na Serra, também passará por estudo para possível concessão rsc-453,serra imobilizada/Agencia RBS
Trecho em estudo fica entre Farroupilha e Garibaldi Foto: rsc-453,serra imobilizada / Agencia RBS

Assim como a ERS-122, a RSC-453, entre Farroupilha e Garibaldi, também vai passar por estudos de modelagem para uma possível concessão. A confirmação é do secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella, que citou ainda a ERS-446 e a VRS-813 entre as estradas avaliadas. As rodovias ligam Carlos Barbosa a São Vendelino e Farroupilha a Garibaldi, respectivamente.

— Todas estão sob estudo de viabilidade, inclusive de volume diário médio (de fluxo), para que sejam avaliadas para concessão — explica.

A intenção é avaliar quais estradas serão concedidas e se elas serão repassadas à iniciativa privada de forma conjunta. Nas últimas semanas, o governador Eduardo Leite (PSDB) confirmou a concessão da ERS-122 e disse que a solução definitiva dos problemas da rodovia passa pela iniciativa privada. O modelo da parceria será elaborado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Leia mais
Governador volta a defender a privatização da ERS-122, em Farroupilha
Trevo de Fazenda Souza, na Rota do Sol, é liberado para o trânsito

Para curto prazo, os problemas das rodovias serão realizados por meio de parcerias com as prefeituras. De acordo com Costella, o Estado já iniciou tratativas com 50 municípios para a formalização de termos de cooperação técnica. A parceria permite que município forneçam asfalto e o Estado utilize maquinário e servidores para a realização de tapa-buracos.

Na Serra, uma dessas ações ocorreu na quinta-feira (6) na ERS-446, por meio de um acordo entre o Estado e as prefeituras de Carlos Barbosa e Garibaldi. A prefeitura de Farroupilha também atua nas rodovias estaduais desde o início de maio, mas optou por contratar uma empresa para o trabalho.

Leia mais
Após quase furar pneu, empresário instala placa alertando para buraco na ERS-122
Cidadãos não podem consertar buracos em rodovias, afirma Daer

Conforme o secretário, nos próximos dias, Leite deve anunciar os recursos a serem liberados pela Secretaria da Fazenda para investimentos em rodovias. O plano de ação prevê, inclusive, a retomada de obras que hoje estão paralisadas por falta de asfalto. O fornecimento está interrompido porque o Estado atrasou os pagamentos à fornecedora por falta de recursos.

— Toda obra paralisada é um desperdício de recursos públicos — destaca o secretário.

Questionado, Costella não revelou se o novo acesso ao bairro Forqueta, junto ao antigo pedágio de Farroupilha, está entre as obras que serão retomadas. 

Nesta sexta-feira (7), foi liberado o trânsito no trevo de acesso a Fazenda Souza, que tinha previsão inicial de ser concluído no primeiro semestre do ano passado. 

Segundo o secretário, nos próximos dias, técnicos do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) irão acompanhar o fluxo no trecho para avaliar a eventual necessidade de mudanças. Até lá, as placas indicadoras de velocidade, que não autuam os motoristas, serão mantidas. Não estão descartadas a implantação de lombadas eletrônicas ou a retirada de todos os equipamentos.

Leia também
Vítimas de chacina em Bento Gonçalves foram atingidas por pelo menos 10 tiros cada
Pais cobram fiscalização de trânsito em escola próxima ao trecho em obras na São Leopoldo em Caxias
Superlotação leva Hospital Geral a suspender cirurgias eletivas por tempo indeterminado em Caxias 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros