Primeira semana de julho tem previsão de frio intenso e possibilidade de neve na Serra - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Clima30/06/2019 | 17h00Atualizada em 30/06/2019 | 17h00

Primeira semana de julho tem previsão de frio intenso e possibilidade de neve na Serra

Temperaturas minímas devem estar abaixo dos 5°C

Primeira semana de julho tem previsão de frio intenso e possibilidade de neve na Serra Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Julho começa despencando as temperaturas na Serra. É bom preparar o casaco e tirar o cobertor mais grosso do roupeiro, porque a primeira semana do novo mês traz temperaturas mínimas abaixo dos 5°C. A meteorologia, inclusive, alerta para a possibilidade de neve no final da semana. 

O meteorologista Eduardo Gonçalves da Somar Meteorologia explica que para ocorrer neve há a necessidade de duas condições pontuais: o frio, com temperaturas próximas ao 0°C, e a atmosfera instável.

— Há possibilidade de neve na sexta-feira (5). Geralmente, a gente tem o frio, mas ele vem com o tempo seco. Sem nuvem, sem chuva, não tem como cair neve, só forma geada. Neste caso, vamos ter o tempo frio com a instabilidade. Ela poderá vir a qualquer hora do dia, mas o risco maior é pela manhã (da sexta) — detalha Gonçalves.

O declínio das temperaturas inicia-se já na terça-feira, quando a mínima deve ser de 7°C, conforme a Somar. Na quarta e na quinta, os termômetros seguem despencando, atingindo os 4°C. A previsão aponta que na sexta-feira, a mínima será de 2°C, enquanto a máxima chega somente aos 6°C em alguns pontos da região. 

Em relação ao restante do mês, Gonçalves avalia que julho deve ter chuva um pouco acima da média. 

— Julho já é tradicionalmente um mês chuvoso no Rio Grande do Sul e neste ano deve ser um pouco mais. Em relação aos termômetros, na outra semana já voltamos a ter uma condição de temperatura dentro da média, com mínima de 8,7°C e máxima de 16,9°C. Ao que tudo indica, a primeira semana será a mais fria do mês — complementa.

Neve 

Nos últimos três anos, há registros de ocorrência de neve em municípios da Serra, como Canela, Gramado e São Francisco de Paula. Mas foi em 2013 que uma "nevasca" tomou conta da região. O fenômeno, que não se repetia com tamanha intensidade há muito tempo, ocorreu na madrugada de 27 de agosto. À época, os flocos começaram tímidos durante a noite. Aos poucos, a quantidade aumentou e, por volta da meia-noite, a neve começou a acumular em carros, telhados e árvores. À 1h, os flocos atingiram a maior intensidade e já era possível até fazer bonecos.

Leia também
Falta de atenção ao Parque dos Macaquinhos é evidente
Identificado motociclista morto em acidente na RSC-453 em Boa Vista do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros