Prefeitura propõe construção de novo hospital para atendimento SUS em Canela - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Saúde pública18/06/2019 | 16h58Atualizada em 18/06/2019 | 17h29

Prefeitura propõe construção de novo hospital para atendimento SUS em Canela

Ideia está em discussão na comunidade

Prefeitura propõe construção de novo hospital para atendimento SUS em Canela  Vanessa Braga/ Divulgação/
Hoje, município tem atendimentos do SUS prestados no Hospital de Caridade de Canela Foto: Vanessa Braga/ Divulgação

A prefeitura de Canela abriu uma agenda de discussões com representantes da comunidade para tratar da proposta de construção de um novo hospital no município. A ideia é fazer uma parceria com a iniciativa privada. O projeto levado à comunidade envolve a troca de uma área de terras pela construção do hospital. O plano da administração municipal é instalar a nova instituição próxima ao Posto de Saúde do bairro Canelinha, a cerca de 4 quilômetros do Centro.

A área que seria repassada ao investidor interessado tem 33 mil metros quadrados e é conhecida como ruínas do cassino. Nos anos 1990, a prefeitura recebeu as terras na região central da cidade como forma de pagamento de dívidas do grupo empresarial que pretendia construir um cassino no local em 1939. A ideia é manter o local como um espaço turístico, o que deverá estar como uma definição no futuro edital de licitação. 

O valor da área ainda será avaliado por técnicos, mas uma estimativa inicial aponta que ficará entre R$ 6 milhões e R$ 8 milhões.  A opção de vendê-la e usar o recurso na construção do hospital foi descartada pelo município por causa do processo burocrático que envolve a licitação. Outro aspecto considerado foi que obras públicas costumam sofrer com paradas, o que seria prejudicial ao projeto.

Hoje, Canela conta com o Hospital de Caridade. Sob uma grave crise financeira, a instituição pertence a uma associação e não ao município. 

- O nosso atual hospital, que está sob intervenção do município, é uma edificação muito antiga. Já tem 70 anos e adequações para atender exigências sanitárias são muito relevantes — comenta o secretário da Saúde, Vilmar da Silva Santos. 

Leia mais
Prefeitura de Canela decreta intervenção e afasta administração do Hospital de Caridade
Câmara de Vereadores de Canela libera construção de novo hospital na cidade

O tamanho do novo hospital ainda será definido. A estimativa da prefeitura é que o processo licitatório para a troca de áreas possa ser lançado entre o final de 2019 e início de 2020. No entanto, o secretário salienta que este é um momento de discussão com a comunidade. Na avaliação dele, é preciso que a cidade abrace a iniciativa, já que é improvável que o serviço entre em funcionamento ainda nesta gestão municipal. 

Além da licitação para a permuta, a prefeitura deverá lançar outro edital para uma parceria na prestação de serviços. O secretário explica que a ideia é terceirizar a administração do hospital.

Hospital de Caridade de Canela

O Hospital de Caridade de Canela está sob intervenção do município há cerca de dois meses. A instituição tem uma dívida de aproximadamente R$ 13 milhões. O secretário, que também é o interventor, diz que o passivo mensal é de cerca de R$ 300 mil. Segundo ele, os processos para equilibrar essa conta devem levar ainda alguns meses. Ajustes já foram feitos, como a destinação de recursos municipais para a compra de remédios e a demissão de 11 funcionários. A projeção de Silva Santos é que este hospital feche quando a nova casa de saúde funcionar, já que depende principalmente de recursos públicos.

Novo hospital privado

Canela também deve ganhar um novo hospital privado. Com 13,5 mil metros quadrados, terá 16 quartos, seis salas de cirurgia, 20 leitos de recuperação e dois leitos de tratamento intensivo, além de poltronas para quimioterapia e hemodiálise. O empreendimento também vai contar com hotel e prédio residencial. O hotel servirá como suporte ao hospital, com estrutura para atendimento nos apartamentos. Já o prédio residencial terá apartamentos de um e dois dormitórios e áreas de lazer.

O secretário da Saúde explica que o público para o qual o hospital do município irá se voltar é prioritariamente pacientes do Sistema Único de Saúde, enquanto o investimento privado terá a característica de atender à rede privada. 

Leia também
Superior Tribunal de Justiça diz que incêndio na Kiss é caso para Tribunal do Júri
Roubos a pedestres estão em queda em Caxias do Sul, aponta Brigada Militar
Três novas leis para Caxias do Sul são promulgadas

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros