VÍDEO: confira as condições da ERS-122 e RSC-453 na Serra - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Infraestrutura02/05/2019 | 10h32Atualizada em 02/05/2019 | 10h32

VÍDEO: confira as condições da ERS-122 e RSC-453 na Serra

Rodovias estaduais, entre Caxias do Sul e Garibaldi, têm problemas de manutenção

VÍDEO: confira as condições da ERS-122 e RSC-453 na Serra Porthus Junior/Agencia RBS
Rodovias estaduais, entre Caxias do Sul e Garibaldi, têm problemas de manutenção Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O Pioneiro percorreu os 32 quilômetros das rodovias estaduais ERS-122 e RSC-453, no trecho entre o Shopping Iguatemi, em Caxias do Sul, e o entroncamento com a BR-470, em Garibaldi, passando por Farroupilha e Bento Gonçalves, e traz um Raio X das condições da pavimentação, sinalização e manutenção das vias.

Confira o vídeo:

O primeiro trecho da RSC-453, entre o Iguatemi e o Viaduto Torto, em Caxias, não tem problemas aparentes. A pavimentação está em boas condições, há sinalização na pista e vertical. Os problemas começam a aparecer quando pegamos a ERS-122, em direção a Farroupilha, e se intensificam na RSC-453, em Farroupilha e Bento Gonçalves. A reportagem encontrou muitos pontos de asfalto deteriorado, buracos de todos os tamanhos e matagal encobrindo placas indicativas. Elementos que separadamente já ofereceriam risco aos motoristas. Juntos tornam ainda mais perigoso o trajeto de quem precisa se deslocar de uma cidade a outra. 

Diante da dificuldade em tirar a roda, ele teve de seguir rodando até um posto de combustíveis mais próximo.

AS CONDIÇÕES DO TRECHO:

:: RSC-453, do Km 4 ao 0, entre o Shopping Iguatemi e o Viaduto Torto, em Caxias: pavimentação em boas condições, assim como sinalização na pista e vertical.

:: ERS-122, do Km 67 ao Km 61, entre o Viaduto Torto, em Caxias, e a Tramontina, em Farroupilha: placas, como as indicativas de velocidade máxima e de retorno, encobertas pela vegetação. Buracos espaçados e ondulações no asfalto nas pistas em ambos os sentidos. Em frente as torres de energia elétrica, em Farroupilha, dois buracos de grande proporção distantes cerca de 300 metros ou do outro na pista da direita, no sentido Caxias-Farroupilha. Um de 1m20cm de largura e 15cm de profundidade e outro de 1m60cm de largura e 13cm de profundidade.

:: RSC-453, Km 121 ao 107, de Farroupilha a Bento Gonçalves: trecho com pavimento deteriorado, inclusive sobre o viaduto, em Farroupilha. Quantidade maior de buracos pequenos e grandes em diversos pontos, principalmente, onde há pista simples. Nesses locais, é possível ver a pavimentação antiga embaixo. Também há muitos pontos onde o asfalto apresenta fissuras e remendos. Placas encobertas pelo mato que passa de 2m de altura. O ponto mais crítico é no Km 107, no acesso ao bairro Barracão, em Bento, onde contamos 22 buracos (com larguras variáveis entre 50cm a 70cm e em média 5cm de profundidade) em 20 metros na pista sentido Bento-Garibaldi. A condição dos acostamentos, onde eles existem também é ruim.

:: RSC-453, Km 107 ao 101, de Bento Gonçalves a Garibaldi: placas encobertas pelo matagal, inclusive, a que indica a interseção com a BR-470 em Garibaldi. Asfalto com remendos e sinalização apagada.

 Leia também
O que fazer com o prêmio de R$ 125 milhões da Mega-Sena
Sensação de frio deve diminuir nesta quinta-feira na Serra
Dia D vacinação contra gripe ocorre neste sábado na Serra Gaúcha 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros