Saiba como funciona o projeto Caxias sem Frestas  - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Solidariedade 18/05/2019 | 09h01Atualizada em 18/05/2019 | 09h01

Saiba como funciona o projeto Caxias sem Frestas 

Iniciativa usa caixas de leite para forrar casas de madeiras na cidade 

Saiba como funciona o projeto Caxias sem Frestas  Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

O Caxias sem Frestas foi lançado na cidade há nove meses, mas o trabalho ainda é tímido porque Sílvia Andreatta começou sozinha, e hoje, mesmo com a ajuda de voluntários ainda passa por dificuldades.  Para seguir com o projeto é preciso mão-de-obra e equipamentos. As doações são suficientes, mas apenas cinco pessoas se voluntariaram para forrar as casas.  

O material hoje é doado cortado, mas no início Sílvia, fazia todo o processo sozinha:

— Peço que as pessoas doem as caixas limpas, secas e cortadas. Terminou o leite é preciso abrir a caixa, lavar e secar, para que o material não mofe e fique com  mau cheiro, o que inviabiliza o uso. O material  é costurado por uma amiga minha que monta a estrutura para formar as chapas que vamos usar no revestimento das casas conta. 

Leva em média uma tarde para forrar as paredes, se estiverem em duas ou mais pessoas. Cada casa exige em torno de mil caixinhas limpas, cortadas e costuradas em placas. As chapas são posicionadas nas paredes cheias de frestas e pregadas com grampeadores de madeira. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (16/05/2019)Caixas de leite são usadas para forrar casas de madeira em Caxias. na foto, Marcos Dener Borges de Oliveira, 24 anos - voluntário  e Ana Paula Henzel, 47 anos - voluntária. (Antonio Valiente/Agência RBS)
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Sílvia solicita a costureira que faça uma das placas invertidas com a estampa para fora:

— Temos que fazer o acabamento também, não apenas grampear para vedar, mas sim, que os moradores se sintam felizes com o nosso projeto. 

Como ajudar 

As voluntárias precisam de grampeadores de estofados ou madeira, grampos, tesouras e estiletes e também de vale combustível, porque nem sempre tem como se descolar até as casas que precisam ser revestidas.  Os voluntários também recolhem alimentos, agasalhos e cobertores para doar as famílias. 

Quem precisar revestir a casa, indicar uma família ou fazer doações pode entrar em contato pela página Caxias sem Frestas no Facebook ou pelo telefone 54 99105-7068. 

Mais: 

O projeto também irá beneficiar animais abandonados. As voluntárias usarão caixas de leite para construir casinhas para cães e gatos. As estruturas serão revestidas com plástico para proteger as estruturas e manter os animais secos e quentes durante os dias frios e chuvosos. 

Leia também:  
Jogador do Esportivo pulou pela janela e correu por duas quadras antes de ser preso em Bento Gonçalves
Coordenação do curso de Medicina da UCS repudia divulgação de festa que prometia "presença vip de enfermeiras"
Com salário de até R$ 6 mil, prefeitura de Garibaldi abre inscrições para concurso público  


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros