Recuperação das estradas que passam por Farroupilha deve ser concluída em dois meses - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Tapa-buracos17/05/2019 | 10h48Atualizada em 17/05/2019 | 12h28

Recuperação das estradas que passam por Farroupilha deve ser concluída em dois meses

Máquinas começaram a trabalhar pouco depois das 8h30min desta sexta-feira (17)

Recuperação das estradas que passam por Farroupilha deve ser concluída em dois meses André Fiedler/Agência RBS
Obra começou pouco depois das 8h30min desta sexta-feira (17) Foto: André Fiedler / Agência RBS

A operação tapa-buracos nas estradas estaduais de Farroupilha deve estar concluída em até dois meses. Esse é o prazo previsto pelo contrato emergencial, segundo o prefeito Claiton Gonçalves (PDT). O trabalho começou na manhã desta sexta-feira (17) no km 61 da ERS-122, junto ao entroncamento de saída para Porto Alegre.

Leia mais
Recuperação da ERS-122, em Farroupilha, começa nesta sexta-feira
Prefeitura de Farroupilha fará tapa-buracos nas rodovias que cortam a cidade
VÍDEO: moradores de Farroupilha fazem protesto inusitado e simulam pescaria em buraco da ERS-122 

As máquinas começaram a trabalhar por volta das 8h40min na pista principal no sentido Farroupilha-Caxias. A faixa da direita foi interrompida para a retirada do asfalto danificado, o que vai permitir a aplicação da nova camada nos próximos dias. Os motoristas que seguiam de Porto Alegre em direção a Caxias do Sul eram desviados pela rua lateral.

Ao todo, quase mil metros quadrados da ERS-122 e da RSC-453 receberão reparos profundos, com substituição da camada asfáltica e melhorias da base. Entre os pontos estão o próprio km 61 e a Rodovia dos Romeiros, entre o chamado trevo da Santa e o Santuário de Caravaggio. Outros 4,8 mil metros quadrados terão consertos superficiais.

As obras foram contratadas pelo município após autorização do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) e estão orçadas em cerca de R$ 600 mil. Os recursos são do próprio município e foram viabilizados, segundo Claiton, a partir de um superávit na folha de pagamento obtido nos últimos anos. Como as rodovias são estaduais, existe a possibilidade de o município ser questionado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) por aplicar recursos em área que não compete à prefeitura. Apesar disso, o prefeito considerou que a situação é urgente.

— Neste momento não há condições de aguardar indefinidamente uma recuperação por parte do Estado. O município avoca para si a condição de recuperar e depois discutir judicialmente. Se haverá sanções pelo TCE, vamos descobrir adiante, mas neste momento é uma necessidade — defende.

Questionado a respeito da possibilidade de retorno dos buracos, Claiton disse que, nesse caso, o município cobrará o reparo por parte da empresa, já que o contrato prevê garantias. Assim que as obras forem concluídas no km 61 da ERS-122, as equipes devem se deslocar para o acesso à Caravaggio, devido à proximidade da romaria. A sinalização dos trechos recuperados, ficará a cargo do Daer. 

Leia também:
VÍDEO: Idoso com suspeita de embriaguez é preso ao tentar subornar policiais em Vacaria
Rótula de Fazenda Souza deve ser concluída na semana que vem 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros