Não pode levar sua doação para a campanha do agasalho de Caxias? Ligue  - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Solidariedade11/05/2019 | 14h25Atualizada em 11/05/2019 | 14h43

Não pode levar sua doação para a campanha do agasalho de Caxias? Ligue 

Organização disponibilizou dois números de telefone fixo que vão funcionar até as 18h deste sábado

Não pode levar sua doação para a campanha do agasalho de Caxias? Ligue  Marcelo Casagrande/Agencia RBS
A comerciante Daniela Neukamp, 43 anos, entregou roupas, calçados e material escolar aos escoteiros que ajudavam na coleta de donativos, na manhã deste sábado, durante abertura da campanha na praça Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Você tem roupas, calçados e outros objetos guardados em casa e quer doá-los, mas não tem como levar até um ponto de coleta da Campanha do Agasalho em Caxias? Então, ligue para um desses números: (54) 3221-3474 ou (54) 3221 3680. Os telefones foram disponibilizados pela organização do evento e irão funcionar até as 18h deste sábado na Praça Dante Alighieri, onde ocorre a abertura da campanha deste ano.

Além destes, um outro número receberá ligações de quem quiser participar até o final da campanha. É o (54) 3223 0528, da Fundação caxias, organizadora do evento. A partir do contato, os voluntários irão agendar uma data e horário para buscar as doações.

A tradicional Campanha do Agasalho de Caxias do Sul foi aberta, oficialmente, às 8h, na praça. Dezenas de voluntários estão em uma tenda recebendo doações da comunidade. A estrutura foi montada pelo Exército que também se fez presente ajudando a organizar as peças e objetos que chegam.

Para facilitar o acesso de quem quis participar, foram dispostos cones no trecho da Rua Sinimbu, em frente à Catedral Diocesana, formando uma espécie de caminho, onde os veículos podem parar para deixar as doações. A comerciante Daniela Neukamp, 43 anos, aproveitou para entregar o que juntou durante os últimos meses: roupas, calçados e material escolar.

– Todo ano eu recolho para campanha, tanto (roupas) de inverno quanto de verão. Sempre faço duas vezes por ano. Acho que a gente acaba comprando muita coisa. Acho que a gente tem que ajudar e não ficar com o guarda-roupas abarrotado de coisas que não estamos aproveitando – disse Daniela.

A expectativa da organização do evento é arrecadar, até o dia 22 de junho, quando se encerra a iniciativa, 200 mil peças. Meta que já foi batida na edição do ano passado quando o volume chegou a 219 mil unidades. O montante de todo 2018 ficou em 300 mil peças. Tudo que é recolhido passa por uma triagem feita pelos mais de 300 voluntários e, depois, é entregue a entidades cadastradas junto à Fundação Caxias que redistribuem para cerca de 30 mil famílias atendidas. Segundo o presidente da fundação, Paulo Poletto, as primeiras entregas já devem ocorrer durante a semana.

– A campanha do agasalho é isso: é para ajudar as pessoas a se abrirem para que ajudando o próximo também a gente cresça – ponderou Poletto.

A necessidade maior é por roupas quentes, principalmente, de crianças, cuja doação, em geral, é baixa e por colchões, cobertores ou edredons. Quem quiser fazer doações pode procurar um dos 500 pontos fixos na cidade, escolas e prédios públicos ou deixar em uma das caixas coletoras nos ônibus urbanos.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros