Fiéis homenageiam Santa das causas impossíveis em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Devoção 22/05/2019 | 09h00Atualizada em 22/05/2019 | 09h00

Fiéis homenageiam Santa das causas impossíveis em Caxias

Missa seguida de procissão em celebração a Santa Rita ocorre às 18h desta quarta-feira (22) na Igreja Pio X 

Fiéis homenageiam Santa das causas impossíveis em Caxias Porthus Junior/Agencia RBS
Suzana Ângela da Silva, conta que a devoção à Santa das causas impossíveis foi herança da mãe dela, Tereza Franzoi Susin Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Fiéis celebram hoje, o dia de Santa Rita de Cássia, em todo o país. Em Caxias do Sul, uma missa seguida de procissão em homenagem a padroeira das causas impossíveis está marcada para às 18h na Igreja Pio X.   

Devotos levam rosas e tocam a imagem da Santa com as flores, enquanto alguns as levam de volta para casa, outros depositam as rosas junto à padroeira.  

Leia mais:
Dia de homenagear a Santa das causas impossíveis 

Antes da procissão, que é realizada sempre no dia 22, há quarenta anos, são entregues velas para iluminar o trajeto dos devotos seguindo a imagem da Santa, no entorno da igreja. São poucos metros, mas marcados por emoção e fé.  

Suzana Ângela da Silva, 67 anos, conta que a devoção à Santa das causas impossíveis foi herança da mãe dela, Tereza Franzoi Susin, 96. 

– É de mãe para filha. Minha mãe é devota e a história da Santa Rita, que perdeu os filhos, e foi uma mulher que sofreu tanto, e sempre teve fé, é tocante. Eu acredito que sou atendida por ela quando peço uma graça. Tenho muita fé, e rezo e agradeço a Santa Rita pelas bênçãos da minha vida todos os dias – ressalta ela.  

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 21/05/2019. Fiéis homenageiam Santa das causas impossíveis em Caxias, a Santa Rita de Cássia. Suzana Ângela da Silva, 67 anos. (Porthus Junior/Agência RBS)
Missa seguida de procissão em celebração a Santa Rita ocorre às 18h desta quarta-feira na Igreja Pio X Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O  pároco da igreja do Pio X, padre Izidoro Bigolin, lembra que os fiéis que acompanham  a procissão, sempre luminosa, cantam músicas e rezam em homenagem a Santa.  Ao final da missa, cada devoto um botão de rosa para levar para casa e um pão de mel, entregue pela organização do encontro. Ele explica que a igreja mantém tradições próprias como as velas, as pétalas de rosa e o mel, com os pãezinhos, que são entregues aos fiéis: 

– Santa Rita faleceu no dia 22 de maio de 1457, mas só foi canonizada em 1900 e o culto se espalhou pelo mundo inteiro. Ela é a intercessora e advogada dos casos urgente, que intercede pelos fiéis nos momentos mais difíceis de suas vidas. A procissão é um momento de muita fé e oração.  

A comunidade também realizou novenas para celebrar Santa Rita e demais localidades caxiense a homenagearam neste mês. Na Igreja do bairro Floresta, que tem o nome da Santa, centenas de fiéis celebraram, no domingo, a padroeira das causas impossíveis durante a missa e após almoçaram no salão da comunidade. 

Leia também:
Rótula de Fazenda Souza, em Caxias, foi asfaltada mas trânsito segue interrompido
Serra terá novas franquias do Kumon
Homem é encontrado morto embaixo de laje em Bento Gonçalves

edil;alves

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros