Procons cobram soluções para queda de energia e demora nos reparos de redes em áreas rurais da Serra - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Problemas no fornecimento09/04/2019 | 12h20Atualizada em 10/04/2019 | 09h58

Procons cobram soluções para queda de energia e demora nos reparos de redes em áreas rurais da Serra

Concessionária será notificada a prestar esclarecimentos em até 10 dias

Procons cobram soluções para queda de energia e demora nos reparos de redes em áreas rurais da Serra RGE/Divulgação
Procon de Caxias quer uma nova reunião com a concessionária em quatro meses Foto: RGE / Divulgação

O Procon RS vai notificar a RGE para que esclareça, em até 10 dias, os problemas no fornecimento de energia e a demora em restabelecer o serviço em áreas rurais da Serra. De 1º de janeiro até agora, somente em Caxias do Sul, o órgão de defesa do consumidor recebeu 82 reclamações contra a concessionária, enquanto em todo o ano passado foram 360.

Leia mais
RGE vai centralizar entrega de contas e mudar forma de leitura no interior de Fazenda Souza, em Caxias

Os problemas enfrentados por moradores do interior foram tema de uma audiência técnica realizada na última sexta-feira (5) na unidade da RGE em Caxias. No encontro, além dos Procons, participaram representantes de 15 municípios, Ministério Público, Assembleia Legislativa, Câmara de Vereadores e sindicatos. Entre os problemas citados por Luiz Fernando Del Rio Horn, presidente do Procon de Caxias e mediador da reunião, estão prejuízos na agricultura, já que a falta de energia impede o funcionamento de câmaras frias.

Além da notificação para os devidos esclarecimentos, o Procon de Caxias solicitou outra audiência em quatro meses para saber se os problemas foram solucionados. Caso não ocorra melhorias no serviço no período, o órgão não descarta abrir um processo administrativo coletivo, que, em última instância, pode resultar na revogação da concessão.

Na audiência, a direção da RGE apresentou números de investimentos realizados e disse que boa parte da rede da região passou por manutenção, o que diminuiu o número de problemas. A concessionária também propôs uma parceria com os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais para roçar áreas por onde passa a rede elétrica.

A RGE disse que a Serra é bastante arborizada e com árvores de grande porte próximo às redes. Isso faz com que elas atinjam a fiação durante temporais e dificultem os reparos. Conforme a concessionária, há um plantio indiscriminado de  árvores como eucalipto, acácia e pinheiro embaixo das redes, incluindo na faixa de sete metros de cada lado, onde não poderia ter vegetação alta. Dessa forma, serão realizados mutirões para amenizar o problema.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros