Pompéia e HG são referências no combate ao câncer em Caxias  - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Combate ao câncer 24/04/2019 | 08h01Atualizada em 24/04/2019 | 08h01

Pompéia e HG são referências no combate ao câncer em Caxias 

Hospitais contam com tecnologia e atendimento especializado pelo Sistema Único de Saúde 

Pompéia e HG são referências no combate ao câncer em Caxias  Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

 A radio e a quimioterapia aliada à rapidez, especialização da equipe médica e equipamentos modernos são essenciais no tratamento de pacientes que tentam vencer o câncer. Os hospitais Pompéia e Geral são referência no atendimento e são considerados pontos fortes na rede pública de saúde.

As instituições de saúde contam com tecnologia de ponta, com equipamentos como o PET/CT, que é usado para diagnóstico por imagem da medicina atual em oncologia, disponível no Pompéia. Já o HG tem à disposição o exame oncogenético, resfriamento do couro cabeludo, colocação de um clipe metálico marcador de tumor na mama e exame de detecção do Linfonodo Sentinela pelo Gama Probe.  O HG, inclusive, é o primeiro hospital da Serra a ter e exame de detecção do Linfonodo disponível para pacientes do SUS. 


Incan atende a 200 pacientes por dia 

O Instituto do Câncer do Hospital Pompéia (Incan) conta com infraestrutura para atender a 200  pacientes diariamente. Entre os serviços estão o diagnóstico, consultas, quimioterapias, cirurgias, tratamentos, biópsias e pesquisas clínicas.  

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 28/06/2018. Lei federal obriga inclusão de dados de pacientes com câncer. Na foto, o  Instituto do Câncer do Hospital Pompéia (INCAN). (Diogo Sallaberry/Agência RBS)
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

São médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, farmacêuticos, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos e terapeutas ocupacionais preparados para oferecer tratamentos modernos e mais humanizados a quem luta contra o tempo para vencer a doença. 
Para a enfermeira coordenadora do Incan, Stefânia Broilo Búrigo, a presença desses profissionais é um diferencial que ajuda a cuidar melhor da saúde do paciente: 


–  Eles (pacientes) não precisam sair do Pompéia para buscar os serviços. Temos uma equipe voltada ao bem-estar do paciente. Esse tratamento diferenciado cria um vínculo e uma proximidade para que possamos cuidar deles e prestar todo o suporte para que sejam atendidos com atenção e o cuidado necessário para vencer a doença – destaca. 
Segundo Stefânia, terapias alternativas como aulas de yoga e reiki, deixam os pacientes mais tranquilos e relaxados para encarar o tratamento, assim como atividades de lazer que são realizadas por voluntários do Instituto.  

No Hospital Geral, tecnologia  de ponta salva vidas 

A Unacon do HG não é referência apenas no atendimento e tratamento convencional do câncer com a quimio e radioterapia, mas também pelo uso de equipamentos e técnicas modernas disponíveis aos pacientes do SUS. 
A coordenadora médica da Unacon, Rita Costamilan, afirma que assim que o paciente chega o atendimento é imediato. 

CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 08/04/2019 - Pacientes com câncer atendidos pelo SUS elogiam atendimento e tratamento dispesados por médicos e funcionários do Hospital Geral. NA FOTO: Solange da Silva Paim. (Marcelo Casagrande/Agência RBS)
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

—  O serviço é eficaz, tanto que até pacientes que têm plano de saúde acabam procurando o sistema público. Diante do que fazemos na Unacon, é realmente um SUS que funciona, principalmente, porque o hospital nos permite fazer tudo o que está disponível e o que tem de melhor em tecnologia para salvar a vida dos pacientes. 

Procedimentos pioneiros do HG

z Método de resfriamento do couro cabeludo:  o Sistema Capelli é usado para reduzir a queda de cabelos em pacientes com câncer.  O resfriamento é indicado aos casos de tratamento de tumores, tais como câncer de mama, câncer de ovário e câncer de pulmão. 


z Clipe metálico:  a técnica é indicada para pacientes com câncer de mama em estágio inicial.  É colocado um clipe metálico marcador de tumor na mama, para um melhor controle e acompanhamento da doença, durante a quimioterapia pré-operatória. Desta forma, se houver um quadro de regressão da doença, é possível evitar a retirada total da mama. 


z Detecção do Linfonodo Sentinela pelo Gama Probe: tecnologia indicada a pacientes com câncer de mama para a pesquisa do linfonodo sentinela, ou seja, o primeiro linfonodo que recebe a drenagem linfática da mama. A técnica consiste na dupla marcação com azul patente e com radiofármacos injetados na mama com câncer. Esses marcadores migram para os primeiros linfonodos que recebem a drenagem linfática da mama, auxiliando o cirurgião a ressecar somente os linfonodos sentinelas e permite cirurgias menos agressivas. 


z Avaliação oncogenética: exame indicado às pacientes que tiveram diagnóstico de câncer de mama inicial tratadas na Unacon com idade menor de 35 anos, e apresentarem histórico familiar da doença. Com a técnica é possível detectar mutações herdadas geneticamente e o diagnóstico precoce pode mudar a conduta cirúrgica, como a cirurgia nas duas mamas e o acompanhamento e rastreamento de demais tumores. 

z Banco de perucas:  idealizado pela médica oncologista Janaína Brollo, o banco é uma maneira de ajudar a autoestima e a valorização da feminilidade no processo do diagnóstico e durante o tratamento do câncer. As mulheres podem alugar perucas e lenços e também são acolhidas para confraternizar e de distrair. O Banco funciona nas segundas e quartas-feiras, das 14h às 17h, no HG.

Leia também:
Vereadores de Caxias sugerem emendas para reduzir custo de castrações 
Prefeitura de Caxias garante que calçadas da Estrada dos Romeiros terão acessibilidade
Maioria do STJ decide reduzir pena do ex-presidente Lula

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros