Obras tentam resolver interrupções de água na região do bairro Interlagos, em Caxias - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Abastecimento 25/04/2019 | 15h00Atualizada em 25/04/2019 | 15h00

Obras tentam resolver interrupções de água na região do bairro Interlagos, em Caxias

Moradores reclamam que intervenções do Samae na Rua Domingos Chies estão causando transtornos  

Obras tentam resolver interrupções de água na região do bairro Interlagos, em Caxias Antonio Valiente/Agencia RBS
Marluce enche os baldes para administrar a falta de água que ocorre durante o dia Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

A substituição de redes de água na Rua Domingos Chies está gerando transtorno para moradores que residem em bairros próximos, como Interlagos, Fátima e Jardim Esmeralda. A obra, que iniciou no dia 11 de abril, prevê trabalhos conjuntos com adequações de saneamento que são executadas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Samae) desde o mês de março. Com o começo dos dois trabalhos, a comunidade reclama da intermitência do abastecimento, que fica interrompido durante boa parte do dia e retorna geralmente durante as madrugadas.  

Grande parte das reclamações está relacionada ao pouco tempo para o reabastecimento dos reservatórios nos períodos noturnos. Os relatos são de que é o período é insuficiente para encher as caixas d’água. A situação se agrava para aqueles que não possuem reservatório e ficam à mercê da retomada do fluxo para realizar tarefas cotidianas, como lavar louça, roupas e tomar banho.   

— A gente liga e pede quando vai liberar, e eles não liberam, só de madrugada. Quando ligamos novamente, eles informam que a água não tem força para chegar. Nós temos caixa d’água, mas muita gente não tem — destaca a moradora  Marluce Ramos Borges, 30 anos.  

A situação também causa preocupação na dona de casa Maria do Carmo, de 40 anos. Segundo ela, as faltas de água são constantes e prejudicam mesmo as pessoas que dispõem de recipientes para armazenamento. 

— Acaba interferindo em tudo, na limpeza da casa e das minhas atividades. Tenho um bebê para tomar conta e um menino deficiente. Agora, por exemplo, estamos quase sem água e temos um dia inteiro pela frente — reclamou Maria, na manhã desta quinta-feira (25). 

O Samae afirma que está buscando alternativas para evitar que a população fique desassistida.  De acordo com a autarquia, houve a opção por realizar as duas obras – de esgoto e de tubulações de água - de forma simultânea para reduzir as consequências para a população. Segundo o engenheiro da Divisão de Águas da autarquia, Cassiano Vargas, na manhã desta quinta-feira, equipes foram designadas para a região para fazer uma ligação com redes antigas de água para garantir o abastecimento provisório na região até que a obra de saneamento seja finalizada. As equipes, de acordo com ele, estão posicionadas ao longo desta quinta em um trecho entre as ruas Atílio Andreazza e Domingos Chies. 

Ele aponta que o Samae já fez intervenção semelhante nos últimas semanas, mas acabou não surtindo o efeito esperado, então as equipes retornaram à região. De acordo com Cassiano, as obras provisórias vão garantir que o abastecimento ocorra também durante o dia, mesmo que seja em um fluxo mais enfraquecido.  

— Por ser uma obra menor e paralela, a vazão da água vai estar mais fraca, mas a partir do momento em que liberarmos o registro, no final da tarde, deve voltar ao ritmo normal. Estamos buscando alternativas para não deixar as pessoas sem água  —  destaca Vargas. 

 Leia também
Incubadora empresarial de Caxias reabre processo para escolha de indústrias 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros