Mesmo com problemas históricos, Caxias tem serviços de excelência no SUS - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Saúde 24/04/2019 | 08h02Atualizada em 24/04/2019 | 08h29

Mesmo com problemas históricos, Caxias tem serviços de excelência no SUS

Centros de referência no combate ao câncer, atendimentos de oftalmologia, unidade auditiva, centro de fisioterapia e consultas domiciliares são diferenciais na rede pública da cidade 

Mesmo com problemas históricos, Caxias tem serviços de excelência no SUS Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Sinara Borges Andreatta é paciente do Hospital Geral em Caxias do Sul Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

 O Sistema Único de Saúde (SUS) completa 31 anos em 2019.  Mesmo com problemas históricos, principalmente, devido a falta de dinheiro, o SUS também conta com pontos fortes que garantem tratamentos rápidos e eficazes à população. São serviços que atendem à comunidade e que obtém avaliações positivas, a medida em que garantem qualidade de vida a diversos pacientes. 

Leia mais:
Pacientes contam com mais uma alternativa para cirurgias traumato-ortopédicas em Caxias 

Em Caxias do Sul, há dois centros de referência para tratar  o câncer: o Instituto do Câncer do Hospital Pompéia (Incan) e a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Geral (HG).  As duas instituições atendem pelo SUS e são consideradas exemplos de eficácia, com serviços de excelência uma vez que o tratamento inicia pouco dias após o diagnóstico. 

Não é apenas no combate a doença que o SUS tem resultados satisfatórios.  Nas áreas de saúde auditiva e oftalmologia, o Centro de Saúde Clélia Manfro do Hospital Dr. Virvi Ramos, também é diferencial da rede pública. Outro destaque é a recente proposta da instituição para realizar cirurgias traumato-ortopédicas, que é uma necessidade do município, uma vez que apenas o Pompéia absorve toda a demanda. Também nesse mesmo contrato o Virvi realiza 160 endoscopias por mês para ajudar a reduzir a fila de espera. 

Nos pontos fortes entram ainda, entre outros, o Programa Saúde da Família (PSF), os Serviços de Atenção Domiciliar e o programa  Respirando Melhor, criado pelo governo federal. O vínculo entre o usuário e o profissional só é possível devido a sistemática de atendimentos, já que há visitas domiciliares e acompanhamento contínuo dos casos.  

O Centro Clínico da Universidade de Caxias do Sul (UCS) – antiga Clínica de Fisioterapia – também atende a pacientes da rede pública nas áreas de traumato-ortopedia, cardiologia, neurologia e pneumologia. Os agendamentos são regulados pela Central de Marcação de Consultas de Caxias do Sul ou pelas secretarias de Saúde dos municípios da região.  

Foto:
Foto:

Leia também:
Motorista é flagrado, em Vacaria, trazendo cocaína de Santa Catarina
Maioria do STJ decide reduzir pena do ex-presidente Lula
Homem quebra a perna após queda de barranco em Caxias 

-->
 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros