Após revitalização, Praça Dante Alighieri, em Caxias, ganhará museu a céu aberto - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

História recontada12/04/2019 | 14h15Atualizada em 12/04/2019 | 14h15

Após revitalização, Praça Dante Alighieri, em Caxias, ganhará museu a céu aberto

Placa de monumentos furtadas serão repostas e terão mais informações

Após revitalização, Praça Dante Alighieri, em Caxias, ganhará museu a céu aberto Felipe Nyland/Agencia RBS
Monumento Gigia Bandera é um dos que integram a Praça Dante Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A Praça Dante Alighieri, no centro de Caxias do Sul, vai ganhar o que o município chama de museu a céu aberto após a revitalização, prevista para ocorrer ao longo do segundo semestre. A intenção é contar a história do espaço mais tradicional da cidade por meio dos monumentos.

Leia mais
Rosa dos Ventos furtada da Praça Dante Alighieri será reposta em granito
Indefinição sobre material a ser utilizado deixa Praça Dante, em Caxias, sem marco zero há quatro meses
Placa de bronze é furtada do monumento Gigia Bandera, em Caxias do Sul

De acordo com a secretária do Urbanismo, Mirângela Rossi, será implantado uma espécie de roteiro de visitação das esculturas, placas comemorativas e do marco zero, a Rosa dos Ventos furtada em agosto do ano passado e ainda não reinstalada. Os pontos históricos ganharão apoio de um totem com informações adicionais a respeito do que cada um deles representa.

O projeto de revitalização contempla também a recolocação da Rosa dos Ventos e de todas as placas de metal furtadas da praça. No fim do ano passado, o município já tinha planos de reinstalar as peças e encaminhava, inclusive, orçamentos para a confecção do material em granito. Com o projeto de revitalização do espaço, porém, a decisão foi de realizar tudo de uma vez só, já que inclusive o piso da praça será restaurado.

— Não tem por que colocar a Rosa dos Ventos agora e ter que tirar depois — afirma Heloíse Salvador, diretora da Divisão de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural da Secretaria da Cultura.

Segundo Mirângela, tanto o marco zero quanto as placas devem ser mantidos nos pontos atuais e devem ganhar inscrições em braile, assim como os totens informativos. Com a mudança de planos na instalação, o material das peças está novamente em discussão.

— O que conversamos na última reunião é que poderia ser do mesmo material de antes (metal), só que com a forma de instalação diferente, mas isso ainda não está definido — revela a secretária.

A revitalização da praça prevê reforço na iluminação e no monitoramento por câmeras, além da instalação de um módulo da Guarda Municipal. Dessa forma, a expectativa é que as ações de vândalos na área sejam inibidas.

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros