16ª Fenavinho elege corte em Bento Gonçalves - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Festa representada07/04/2019 | 14h50Atualizada em 07/04/2019 | 14h51

16ª Fenavinho elege corte em Bento Gonçalves

Bárbara Bortolini é a Imperatriz do Vinho, Ana Paula Pastorello e Sandi Marina Corso são as Damas de Honra

16ª Fenavinho elege corte em Bento Gonçalves Marines Kowalski / Revelare/Divulgação
Foto: Marines Kowalski / Revelare / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A nova corte da Festa Nacional do Vinho (Fenavinho) foi definida na noite de sábado (6), em Bento Gonçalves. O evento, que reuniu mais de 700 pessoas no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, elegeu a representante da Rota Caminhos de Pedra, Bárbara Bortolini, como Imperatriz do Vinho. O trio de soberanas ficou completo com as Damas de Honra: Ana Paula Pastorello, do Bento Convention Bureau, e Sandi Marina Corso, representante da Associação Vale do Rio das Antas. As novas representantes atuarão na divulgação da 16ª edição, que volta a ser realizada na cidade em paralelo à ExpoBento, de 13 a 23 de junho.

Leia mais
Depois de oito anos, Fenavinho volta a ser realizada em 2019

— É um orgulho imenso representar essa festa e mostrar toda a riqueza de Bento Gonçalves — afirmou Bárbara, ladeada pelas damas de honra que agradeceram a oportunidade e firmaram o compromisso de representar o retorno da Festa, com primeira edição ocorrida em 1967, por iniciativa do empresário Moysés Michelon.

As soberanas da Fenavinho eleitas participarão de agendas oficiais de visitas e compromissos envolvendo a divulgação da Festa.

— A Imperatriz do Vinho e suas Damas de Honra são os expoentes da Fenavinho e fundamentais agentes na consolidação da retomada do evento e valorização de todo o simbolismo que ele carrega. Seu papel vai muito além do caráter festivo: elas serão articuladoras do potencial turístico de nossa cidade e da força do setor vinícola — afirma o diretor do Comitê Fenavinho, Diego Bertolini.

Como foi a escolha

Ainda na tarde de sábado, os jurados realizaram entrevistas individuais com as candidatas, determinando a partir do desempenho, 65% da pontuação de cada uma. Entre os quesitos avaliados estavam: apresentação pessoal, comunicação e expressão, conhecimento, simpatia e cordialidade. O desfile da noite foi a segunda etapa do processo de escolha, quando os juízes estudaram itens como beleza, desenvoltura, tranquilidade e naturalidade para compor o restante das notas.

A comissão avaliadora foi composta por seis integrantes, todos de fora de Bento Gonçalves, e representantes do setor vinícola, do mundo da moda e da imprensa: Sandra Guerra, primeira imperatriz do vinho, eleita em 1976; Bruna Tramontina, empresária, publicitária e digital influencer; Caroline Dani, professora do Centro Universitário Metodista, de Porto Alegre, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Biociências e Reabilitação da instituição; Sara Bodowsky jornalista e comunicadora; Daniel Salvador, enólogo e presidente da Associação Brasileira de Enologia; e Márcio Irion, proprietário da RDCTV, e CEO da empresa Grupo IEX Empreendimentos e Participações.

Leia também
Neblina e equipamento queimado prejudicam voos em Caxias do Sul
Amyr Klink:  "O motor da criatividade é a falta de recursos" 
Mesmo com tempo ruim, benção ao trabalho e desempregados atrai milhares de pessoas em Caxias
Réplica da Estátua da Liberdade chega à unidade da Havan em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros